Agenda de cursos: junho/2010

Logo cebralogConheça abaixo a agenda de cursos de logística do CEBRALOG. Maiores informações podem ser obtidas no site da empresa ou no email/telefone cadastrados abaixo. Estes cursos são oferecidos nas cidades de São Paulo ou Campinas (confira com o CEBRALOG onde será oferecido o curso de seu interesse).

Confira na próxima segunda-feira a agenda para o mês de julho.

Não deixe de conferir os demais cursos cadastrados aqui no Logística Descomplicada.

Agenda de junho:

Curso: Planejamento de Operações de Armazenagem

Data: 09 e10 de junho de 2010

Horário: 09:00h às 17:30h

Carga Horária: 16 horas

Local: São Paulo – SP

Conteúdo: – Layout e sistemas de manuseio e de armazenagem;

– Sistemas de estocagem;

– Sistemas de estocagem paletizados e não-paletizados;

– Sistemas de manuseio de cargas;

– Seleção de equipamentos;

– Operação de recebimento;

– Operação de estocagem;

– Picking e expedição;

– Projeto de centro de distribuição.

– Teoria das restrições (TOC)

– Como identificar os verdadeiros gargalos operacionais

– Técnicas para lidar com os gargalos operacionais

– Ajuste da operação aos gargalos

– Aumento da capacidade dos gargalos

– OPT (Optimized Production Technology) aplicada a centros de distribuição

– Sistema tambor-corda-pulmão aplicado a centros de distribuição

– Aplicação da Teoria das Restrições aos sistemas compostos pelas seguintes atividades:Recebimento (fiscal e físico), armazengem, movimentações internas, separação e montagem de pedidos, carregamento e expedição de veículos.

– Equilíbrio entre velocidade do fluxo de material e estoques intermediários;

– Aplicação nas operações de expedição; ênfase da demanda de final de mês;

– Análise de redução dos custos de armazenagem;

– Aplicação de custeio baseado em atividades (ABC) a centros de distribição;

– Gereciamento de armazéns pela TOC e seu impacto no custeio ABC.

– Operações de recebimento físico e fiscal;

– Movimentações de estocagem;

– Progama de contagem cíclica;

– Operações de separação e montagem de pedidos;

– Operações de expedição;

– Inventário físico;

– Classificação de produtos em armazéns

– Custos Fixos;

– Depreciação;

– Custos Variáveis;

– Custeio Baseado em Atividades;

– Custos Diretos;

– Custos Indiretos;

– Investimento em bens de capital e cálculo de impostos e lucro;

– Indicadores de Custos e Armazéns

– Classificação de produtos em armazéns

conceito da distribuição total.

– Canais de distribuição.

– Distribuição internacional.

– Estrutura multimodal brasileira.

– Decisões estratégicas em transportes.

– Práticas de movimentação de cargas: milk-run, cross-docking, merge-in-transit, drop&hook.

– Impacto destas práticas no nível de inventário.

– Centralização versus descentralização de estoques.

– Variáveis envolvidas nesta decisão.

– O impacto da operação de transportes na política de localização de estoques.

Descontos: – 15% de desconto para Associados do IBPSC

– 15% de desconto para Ex-Alunos do CEBRALOG

– Descontos especiais para grupos da mesma empresa

Curso: Planejamento e Operações de logística reversa

Data: 16 e 17 de Junho de 2010

Horário: 09:00h às 17:30h

Carga Horária: 16 horas

Local: São Paulo – SP

Conteúdo: – Conceitos e definição;

– Construção de canais reversos;

– Impacto no planejamento de materiais;

– Custos associados a LR;

– Impacto do e-commerce na logística tradicional;

– Relação entre e-commerce e logística reversa;

– Logística reversa e logística;

– Elementos chaves da gestão da logística reversa;

– EBM – Manufatura para o meio ambiente;

– Close loop supply chain;

– Rede sign de produtos para ciclos de vida expandidos;

– Modelos, padronização e postponement;

– Gerenciamento de retorno;

– Embalagens retornáveis;

– Recuperação de produtos;

– Impactos na manufatura, distribuição e controle de estoque;

– Modelos de distribuição reversa;

– A logística reversa no e-Commerce;

– Custos da logística reversa;

– Custos baseados em atividades aplicadas à logística reversa.

– Embalagem durável vs. descartável : investimento ou despesa;

–  JIT / Kanban e seu efeito na operação logística;

– Entrada de embalagens controlada

–  Mapeamento de processos

– Mapeamento de custos

– Baixo tempo de ciclo

– Planejamento logístico

– Nível de utilização

– CASE SCANIA

– CASE HYPERCOM

– CASE MAGNA CLOSURES

– CASE COOPERATIVA VEILLIG HOLAMBRA

– Impacto da variedade de modelos no parque instalado: forecasting, estoques e nível de serviço.

– Impacto da taxa de renovação do parque instalado vs. distribuição geográfica.

– Tipos de demanda (perfis sazonais, cíclicos, eventos regionais, etc.) e modelos estatísticos de aproximação (poisson, distribuição normal entre outros).

– Diferenças entre as estratégias de vendas de peças vs. prestação de serviços.

– Efeitos do ciclo de vida, da regulamentação e da diversidade.

– Centralização vs. descentralização de estoques a partir das características dos itens.

– Vantagens e desvantagens de segregar estoques de itens produtivos, itens de venda e itens de garantia.

– Classificação dos itens em alto, médio, baixo giro e definição de itens críticos.

– Dimensionamento de estoques de peças para produtos descontinuados.

– Estoque de demanda vs. estoque regulador.

– Estoque de peças e equipamentos necessários para a execução dos serviços de instalação de peças de reposição.

– Custo da movimentação em pequena escala.

– Seleção de provedores logísticos. Controle de ativos. Logística reversa de produtos defeituosos.

– Roteirização de técnicos – regras e dicas para maximizar o tempo útil.

– Vantagens e restrições do uso do DRP. Operações triangulares inter-company.

– Indicadores de desempenho aplicados à pós-venda e aos ciclos de reposição.

– Lead times dos sub-processos. Mttr, Mtbf. Controle de desempenho dos técnicos. SLA – service level agreement.

– Custos logísticos. Custos de estoque vs. estratégias de descentralização.

– O impacto do nível de serviço nos custos logísticos da pós-venda.

– Custos de transportes. Obsolência e estratégias de aprovisionamento e de write-off. Consignação. Operações de armazenagem voltadas para peças de reposição. Centros de distribuição, centros de serviço, distribuidores, estoques consignados.

– Relacionamento com fornecedores e clientes. Planejamento colaborativo – modelo CPFR.

– Tecnologia de informação. Uso de ERPs e de sistemas especialistas. Uso de URAs para reduzir tempos de processo e aumentar visibilidade.

Descontos: – 15% de desconto para Associados do IBPSC

– 15% de desconto para Ex-Alunos do CEBRALOG

– Descontos especiais para grupos da mesma empresa

Gostou dessa matéria? Doe qualquer valor e ajude a manter o Logística Descomplicada gratuito:

Leandro C. Coelho, Ph.D., é Professor de Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos na Université Laval, Québec, Canadá. Conheça mais no menu Sobre (acima).

  • miguel

    bom dia.

    faço pós de logistica e tenho que apresentar um trabalho sobre OPERAÇÃO TRIANGULAR. Vc tem algum material, link, etc que possa utilizar para fazer o trabalho??

  • magno

    Trabalho em uma industria, estou fazendo um curso de logística

    a distância. E gostaria de conseguir algumas planilhas excel

    de controle administrativo logístico, controle de custos e desempenho de qualidade na prestação dos serviços.

    Caso tenha ulguns modelos prontos de controle que possam ser

    adaptados. Gostaria de vê-los.

    Fico no aguardo.

  • catia

    Gostaria de saber o custo da aulas e periodo.

    • Catia, há um link para o site da empresa que oferece este curso. Favor entrar em contato com eles para obter estas informações.