Brasil: 6ª potência econômica no ranking do PIB mundial

Com a crise econômica que vem afetando toda a Zona do Euro, o Brasil ascende como a sexta potência econômica mundial, ultrapassando a Itália no ranking dos maiores PIBs do mundo.

Com um período de estabilidade e com um crescimento (pequeno mas) constante no PIB, o Brasil vem se destacando anualmente no cenário econômico mundial, passando países antes considerados  inimagináveis de serem alcançados economicamente.

Quanto a nossos vizinhos do Mercosul, podemos considerar o Brasil como uma grande potência econômica local. Conforme dados do FMI, em 2011 fomos considerados como a 6ª potência econômica mundial, enquanto os países membros do Mercosul, são pela ordem: Argentina 27ª, Colômbia 33ª, Venezuela 34ª, Peru 54ª e Uruguai 77ª economias mundiais.

O PIB brasileiro em 2011, cresceu 2,7%, e ficou bem abaixo da meta perseguida pelo governo que era de 5%. Para 2012, a perspectiva de economistas e fontes do governo é de crescimento entre 3,5% e 4%. Infelizmente, esse crescimento econômico não é totalmente transferido à população, que continua carente de diversos serviços básicos e de uma distribuição de renda mais justa. Deixo essa análise e exemplos para que os leitores colaborem nos comentários abaixo.

Para alguns especialistas, a desaceleração da economia brasileira em 2011 foi reflexo do forte crescimento registrado em 2010. Após a crise financeira de 2008/2009, o governo adotou várias medidas para estimular a economia, que passou por uma forte recuperação em 2010. No entanto, essa rápida retomada acabou por pressionar a inflação, o que exigiu que o governo revertesse sua política e adotasse medidas para desestimular o crescimento, como elevação dos juros e restrições ao crédito naquele ano, medidas que já foram retiradas nos últimos meses.

Essas medidas atingiram sua potência máxima no segundo semestre de 2011, justamente quando a crise europeia se agravou. A soma desses dois fatores provocou um rápido esfriamento da economia. “Eles começaram a ver o efeito da crise grega sobre a produtividade e tentaram reverter. Mas, aparentemente foi um pouco tarde e deu-se esse crescimento pífio”, avalia o economista Ricardo Coimbra.

Evolução do PIB do Brasil nos últimos anos:

É consenso entre economistas, e entre organismos econômicos mundiais, entre eles o FMI e o Banco Mundial, que o Brasil deve superar o PIB Francês ainda em 2012, e tornar-se  a 5ª potência Mundial ao final deste ano.

Confira na tabela abaixo a lista das 10 maiores economias do mundo, com dados do Fundo Monetário Internacional de 2010 e logo abaixo os dados de 2011, para comparação.

Ranking dos maiores PIBs do mundo em 2010

PosiçãoPaísPIB (milhões de US$, 2010)
-Mundo61,963,429
-União Europeia16,106,896
1EUA14,624,184
2China5,745,133
3Japão5,390,897
4Alemanha3,305,898
5França2,555,439
6Reino Unido2,258,565
7Itália2,036,687
8 Brasil2,023,528
9Canadá1,563,664
10Rússia1,476,912

Ranking dos maiores PIBs do mundo em 2011

PosiçãoPaísPIB (milhões de US$, 2011)
-Mundo69,659,626
-União Europeia17,577,691
1EUA15,094,025
2China7,298,147
3Japão5,869,471
4Alemanha3,577,031
5França2,776,324
6Brasil2,492,908
7Reino Unido2,417,570
8 Itália2,198,730
9Rússia1,850,401
10Canadá1,736,869


Para manter-se sempre atualizado assine nossa newsletter ou nosso feed.
Curso de logística de baixo custo, online e com certificado? Clique e conheça!


Escrito Por : Ludmar Rodrigues Coelho é administrador de empresas e possui pós-graduações em MBA Executivo em gestão empresarial pela UFSC e MBA Executivo em Negócios Financeiros pela FGV-RJ.

em : domingo, 13 mai, 2012


  • http://www.facebook.com/fernando.guerreiro.7 Fernando Guerreiro

    ESSES DADOS DEMONSTRAM A VERDADEIRA VERGONHA Q É NOSSO PAIS 6 ECONOMIA MUNDIAL COM UM IDH 84 E MILHARES D BRASILEIROS PASSANDO FOME E NA MISÉRIA …E A SORTE DESSE BRASILEIROS EM DIFICULDADES É QUE TEMOS UMA PRESIDENTA COM SENSIBILIDADE SOCIAL Q TEM COMO BANDEIRA ,MUDAR ESSA SITUAÇÃO.
    PARABÉNS PRESIDENTA DILMA PELO NOVO PROGRAMA SOCIAL…
    E A NOS EMPRESÁRIOS EXECUTIVOS GERENTES FORMADORES D OPINIÃO NOSSA OBRIGAÇÃO…
    É NÃO ACEITAR ESSA SITUAÇÃO…
    TEMOS QUE PARTICIPAR DO PROCESSO POLÍTICO E ATUAR…CONTRIBUIR …
    MUDAR ESSA VERGONHOSA  SITUAÇÃO DE MISÉRIA …  

  • http://twitter.com/cleytonlqueiroz Cleyton

    Mais importante do que a sexta posição, facilmente alterada com um simples ajuste no valor do Real frente ao Dolar, é desalentador ver que não estamos progredindo muito no ajuste das contas públicas, na infraestrutura e menos ainda na educação, estes sim os únicos pilares que garantiriam um crescimento sustentavel. Se os “bolsa tapa-boca” são importantes no imediato, nada representam para o futuro, existem centenas de cidades, sobretudo no Norte e Nordeste, que vivem exclusivamente destas doações públicas, ou seja: estão e permaneceram na miséria. Infelizmente os investimentos em infraestrutua são jogados ao ralo com vaidades como Copa do Mundo e PACs onde são inauguradas obras maquidas já feitas a vinte anos.

  • MarcosAntonioBeneteli

    Um ministro que não me lembro o nome agora criticou o país como a 6ª economia e eu concordo com ele, como pode a educação, saúde e segurança vão de mal a pior, falta tudo, etica, preocupaçao com meio ambiente e por aí vai…

  • Luiz Silva

    Se prendesse os corruptos dava para melhorar no posicionamento e acabar como a humilhação do povo em busca de: segurança, saúde e educação.

  • Jacksonr1

    eu é que me sinto, lisonjeado, por encontrar uma reportagem dessa! com muita honra, abraços! ao autor da matéria…..

  • Fábio Jr.

    O PIB é um uma maneira injusta de calcular o crescimento de um país. Pois até mesmo em um acidente de trânsito, por exemplo, o PIB tende a crescer. Porque vai se gastar mais em medicamentos, em hospitais particulares e muitos outros gastos. Que logicamente vai refletir em um certo consumo a mais no país.E se consome mais, o país cresce mais. É irônico. Agora se o crescimento fosse calculado através da educação – com escolas bem estruturas e professores bem qualificados,da saúde – tendo hospitais com médicos e leitos adequados à população, e melhores condições de trabalho na área da segurança iríamos ver que o Brasil estava longe de ser a 6° Potência Mundial.

  • http://www.facebook.com/vagner.macedo.5 Vagner Macedo

    vá a alguns países que no papel ficam abaixo do brasil e verifica a educação , segurança , moradia e saudê. com certeza isso tudo é uma hipocrisia.

  • http://www.facebook.com/people/Andre-Bevilacqua/653546196 Andre Bevilacqua

    “Sexta economia do mundo…”Tudo fabulas de uma história para qualquer pessoa com pouca cultura e sem perspectivas pode aceitar, como nosso amigo cleyton. acho que precisamos e muito de uma reforma política e econômica e, de uma vez por todas, ver quais seriam as prioridades das nações do ranking econômico, uma vez que mesmo em sexto lugar , e com os tais reajustes do dólar, nosso medíocre pais estaria no seu lugar . Na Itália ou em todo o Reino Unido, só como exemplo, as prioridades do país são a educação, a saúde e o bem estar das populações, isso sim seria um crescimento compreensivo e de se louvar ou comemorar. Economicamente estável, podemos até aceitar, mas com enormes lacunas sociais.

  • http://www.facebook.com/jordan.mesk Jordan Mesk

    De q adianta essa quantidade de dinheiro arrecadado ir somente para os bolsos de ricos e milionarios, eu teria total orgulho se td esse dinheiro fosse levado à pessoas pobres e investidos na educação, na saúde… Um dos grandes problemas do brasil é desiguadade , conseguir o dinheiro considerados por muito o mais dificil é oq ja conseguimos, e ser distribuido a quem necessita ( o mais facil ) eh o grande desafio. Pra mim isso é prova de que o brasil não toma vergonha na cara. ¬¬’

  • http://www.facebook.com/fabio.araujo.315080 Fabio Araujo

    “É consenso entre economistas, e entre organismos econômicos mundiais, entre eles o FMI e o Banco Mundial, que o Brasil deve superar o PIB Francês ainda em 2012, e tornar-se a 5ª potência Mundial ao final deste ano.” É consenso que os economistas erram.

  • Dênis Martins

    O Brasil chegando na 6ª posição do ranking e, brigando com a França pelo 5ª lugar, eu só tenho que dizer: Deixa o PT Trabalhar.