Artigos nesta categoria:2771Gestão da Cadeia de Suprimentos

Atualização em 05 de agosto: Resultado do sorteio dos livros Com o reinício das aulas e a matéria publicada hoje mostrando a importância da qualificação para os profissionais de logística e supply chain, o Logística Descomplicada em parceria com a Editora Cengage Learning vai contribuir para a qualificação dos leitores (você!): vamos sortear dois exemplares do livro Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos, de Martin Christopher, uma das bíblias da nossa área. Este livro já foi indicado aqui no site (veja os detalhes do livro no link anterior) e

Não é de hoje que dizemos que a logística passou de um centro de custos a um centro de agregação de valor nas empresas. Muitas delas tem na logística seu diferencial competitivo, e atualmente existem empresas cujo core business, sua razão de ser, é a própria logística - como é o caso dos operadores logísticos, ou em menor grau das transportadoras e empresas de armazenagem, além das empresas em consultoria na área. Tudo isso levou a uma mudança no perfil do profissional que trabalha nesta área. Tradicionalmente eram administradores ou engenheiros que trabalhavam na logística, e buscavam conhecimentos específicos (além da
A pesquisa “Panorama de Supply Chain no Brasil – Cenário 2009”, desenvolvida pelo Inbrasc (Instituto Brasileiro de Supply Chain), delineou o cenário brasileiro referente à
Falamos sempre em cadeia de suprimentos, cadeia de valor, cadeias produtivas, mas poucas vezes nos damos o trabalho de parar e pensar o que estas diferentes cadeias significam
A China tornou-se uma potência industrial e o principal parceiro comercial de muitos países (dentre eles o Brasil) graças aos seus baixos custos de produção, atingidos
Por Ivan H. Vey e Alceu B. Junior Busca-se nesse texto avaliar a importância da confiança entre os atores da Cadeia de Suprimentos e a relação existente entre a
A maior rede varejista do planeta, o Wal-Mart, planeja mais um importante passo rumo a excelência de seus serviços logísticos. Na década de 80 o
As empresas são movidas por inovação. Quem não inova está fadado ao fracasso, pois os consumidores não querem sempre o mesmo produto, no mesmo prazo,
Existem duas cadeias de suprimentos diferentes: a física e a financeira. Não basta melhorar individualmente as cadeias de suprimentos física e financeira, mas é preciso
As cadeias de suprimentos têm grande poder de gerar valor ao acionista e acima de tudo, sua gestão se reflete no valor final dos produtos.