e-Book(ing): o livro divertido do comércio exterior

e-Book(ing): o livro divertido do comércio exterior

Prestes a completar um ano (parece que foi ontem), o ComexDaDepre (#CDD, para os íntimos) lança a sua primeira coletânea de textos engraçados.

Oficialmente tem-se o dia 12/10/2011 como o ‘nascimento’, mas a brincadeira começou muito antes. Fruto da ideia de uma geek gaúcha e despachante aduaneira, que convidou um rapaz com cara de tímido, também despachante, de fala mansa, flamenguista, capixaba e muito criativo, e começou a brincadeira pelo twitter, que  logo teve uma enorme repercussão.

O último gaiato a integrar o time dos loucos por comércio exterior, esse que vos fala, é carioca, vascaíno, de língua solta e professor. Como os demais, também  tinha várias histórias para contar em apenas 140 caracteres (um verdadeiro sacrifício).

De cara, o retardatário (eu) já chegou bagunçando o coreto e intimando os dois colegas a criarem uma conta no Facebook, algo que eles detestavam só de ouvir falar, já que eram remanescente do Orkut.  Perfis criados e FanPage também, o CDD tomou um rumo que ninguém esperava:  ganhou milhares de amigos para contar e compartilhar as inusitadas histórias.

Agora em todas as redes sociais, os três e os outros quase 10 mil amigos postam diariamente as mesmas mensagens: satirizar todas as neuroses que o comércio exterior oferece a quem nele trabalha. Contar essas ‘façanhas’ é a marca registrada do CDD, que ultimamente tem feito piada até com uma famosa atriz de uma novela global (essa parte é organizada pela ala feminina do grupo).

Mas faltava colocar no papel todas essas histórias.  Mas como amantes da tecnologia e todos nascidos na Geração Y (hahahahaha, mentira!), pusemos o CDD no formato digital, com o melhor trocadilho de quem precisa de uma reserva de navio, o e-book(ing).

A seleção das brincadeiras e o formato a ser diagramado foi trabalhosa, mas o resultado final pode ser baixado de graça aqui.  Agora é esperar que o público goste e compartilhe nas suas redes sociais.

Apesar de muitos não acreditarem, é possível ter humor e satirização em um ambiente sério, que segue regras rígidas e altamente burocratizadas. No CDD, a velha máxima de pegar vários limões e fazer uma limonada é seguida a risca.

Divirtam-se, e nos escrevam caso achem alguma falha. Ficaremos felizes de poder contar com a ajuda preciosa de todos vocês.

Gostou dessa matéria? Doe qualquer valor e ajude a manter o Logística Descomplicada gratuito:

Authored by: Carlos Araújo

Despachante Aduaneiro, formado em gestão Financeira e Pós-Graduado em logística e Comércio Internacional. Presta consultoria para empresas de comércio exterior em logística aduaneira e procedimentos alfandegários de alimentos, bebidas e veículos. É autor e editor de conteúdo do ComexBlog.