Logística ineficiente continua causando prejuízos ao país

Logística brasileira transportes - ineficiência aumenta os custosDepois de revelado o ranking de logística e transportes que colocou o Brasil na última posição quando comparada a diversos outros países (desenvolvidos e em desenvolvimento), precisamos olhar para os números e entender de onde vem a ineficiência do setor e saber o que o governo tem feito quanto a isso.

Um dos principais negócios do Brasil, que gera boa parte das receitas de nossas exportações é o agronegócio. Infelizmente ainda não temos uma indústria de qualidade capaz de vender produtos avançados ao exterior, e continuamos limitados à exportação de commodities. Mesmo assim, perdemos ainda mais quando olhamos aquilo que desperdiçamos na colheita, no transporte e na armazenagem por problemas logísticos.

Em torno de 10% da safra agrícola brasileira é perdida em ineficiências logísticas: especialmente pelo uso de estradas em péssimo estado de conservação. Estima-se que esse prejuízo chegue a R$ 4 bilhões por ano.

Para o correto escoamento da safra para o litoral, para ser exportada, é fundamental o uso de hidrovias, que diminuem consideravelmente os custos e riscos no transporte. No entanto, o modal que prevalece ainda é o rodoviário, seguido do ferroviário. Isto é válido não somente para os grãos, mas para a carne e quaisquer outros produtos que precisem ser escoados do centro-oeste para os portos.

O cálculo dos prejuízos foi feito com base na projeção da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que aponta produção de 147 milhões de toneladas de alimentos para a safra de 2009/2010 e perda de 10% do volume produzido. Com o montante perdido, o Brasil poderia construir quatro portos com 16 berços de atracação ou 20 terminais de fertilizantes iguais ao que já existem no porto de Santos

O que tem sido feito?
O governo investiu R$ 65,4 bilhões em logística durante os quatro anos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em ações voltadas para a área de logística e transportes.

No entanto, a maior parte dos recursos foi aplicada em mais de 6 mil quilômetros de rodovias. Este setor somou um montante de R$ 42,9 bilhões investidos, ou mais de 65% do total. (Leia mais: pesquisa de infra-estrutura: rodovias brasileiras)
Em ferrovias, o governo aplicou R$ 3,4 bilhões em 909 quilômetros de linhas, o que equivale a apenas 5% do total investido. Não é surpresa que nossas ferrovias estejam na condição descrita nesta matéria: situação do transporte ferroviário no Brasil.

Em portos, o governo investiu R$ 789,1 milhões em 14 empreendimentos, pouco mais de 1% da verba total. Conheça mais sobre os portos nesta matéria:  pesquisa infra-estrutura: portos brasileiros.

Na área de marinha mercante foram financiadas 301 embarcações e 5 estaleiros, que responderam por um volume total de R$ 17 bilhões.

Já no segmento de aeroportos, o governo investiu R$ 281,9 milhões em 12 empreendimentos executados em dez aeroportos do país. (Leia mais: pesquisa infra-estrutura: aeroportos brasileiros)

No segmento de hidrovias, o governo investiu R$ 44,4 milhões em dez terminais, mais R$ 965,5 milhões na eclusa da hidrelétrica de Tucuruí.
Veja também uma análise do setor de logística do Brasil comparado com os outros países do BRIC.

Fonte: Com dados do Valor online e OlharDireto


Para manter-se sempre atualizado assine nossa newsletter ou nosso feed.
Curso de logística de baixo custo, online e com certificado? Clique e conheça!


Escrito Por : Leandro C. Coelho, Ph.D., é Professor de Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos na Université Laval, Québec, Canadá. Conheça mais no menu Sobre (acima).

em : quinta-feira, 9 dez, 2010


  • http://www.nwmidia.com.br Rosi

    Precisamos melhorar nesse segmento urgentemente!

  • Jonatã Borges

    Na minha opinião a Logística foi o meio de trabalho mais importante, e com uma importância muito grande para o Brasil.

    As exportações no ano passado deram ótimos resultados para Brasil.

    A Lgística é o ramo que mais abre portas de emprego no país.

    Ainda ha muito para acontecer mas, a logística consseguiu bater metas muito emportantes para o Brasil em muito pouco tempo.

    Não si falava de Logística uns anos atras, uns 10 anos atras não si falava em Logística e ela vai ser na minha opinião as pernas do Brasil daqui para frente.

  • Jonatã Borges Munaier

    A logística  tem feito sucesso no Brasil isso porque,  possui  uma ferramenta fundamental
    que é a terceirização que faz o trabalho de carga e descarga, uma expedição rigorosa na conferencia de mercadorias
    fazendo que ela chega na mão do cliente de uma forma mais eficiente.

    Alem disso existem profissionais qualificados que fazem todo esse processo deixando, as empresas concentradas
    em apenas nas negociações, fazendo uma parceria muito boa e eficaz.

     E a logística ela também fez com que o cliente ficasse cara a cara com o material fazendo que as negociações,
    tem si tonado mais eficiente ou seja, nada de negócios no escuro e a cada ano que tem ficado mais eficiente
    gerando emprego para o Brasil e dando a oportunidade para as pessoas trabalharem para grandes, medias e pequenas empresas.

  • Jonatã Borges Munaier

    Só esta faltando algo fundamental para que a logística no Brasil venha a melhorar 
    e si tornar uma verdadeira ferramenta de produzir que é a melhoria nas estradas brasileiras.Como no Brasil a melhor forma de transportar é nas estradas, devemos melhorara-las  colocando asfalto de qualidade para que o país tenha mais sucesso e gere mais emprego.