Logística Reversa – um nicho repleto de oportunidades

Com o aumento da consciência ambiental entre os consumidores, o reforço do quadro jurídico para o cuidado ambiental e o desenvolvimento de materiais recicláveis, a logística reversa se destaca como oportunidade de sucesso para novos negócios

planeta verde - meio ambiente e logística reversaO contexto social e econômico do mercado sobre as questões ambientais globais tem impactado os processos logísticos da maioria das empresas. Recentemente, conceitos como Green Logistics e logística reversa têm sido estudados e postos em prática por algumas organizações, embora muitos países em desenvolvimento (e seus governantes) ainda acreditem que isto é assunto para os países já desenvolvidos, jogando a culpa para além de suas fronteiras. No entanto, parecem ignorar os benefícios da aplicação desses conceitos.

Logística Reversa é um item de moda?  As empresas estão prontas para adotar o conceito e colocá-lo em prática?

Ainda existe dúvida sobre a efetividade de ações de logística reversa e práticas ambientalmente corretas: é difícil mensurar as oportunidades criadas por aqueles que a adotaram, como a redução dos custos operacionais ou aumento dos lucros, a manutenção (e o número de novos) clientes, ou o aumento na competitividade. Mesmo sem os números que dêem suporte a esta tomada de decisão, qualquer esforço que vise melhorar a imagem da empresa, reduzir os custos e ganhar um novo mercado são válidos. Nota-se uma preocupação crescente das empresas para maximizar as vantagens que a logística reversa oferece, sempre diminuindo os custos da mesma.

A logística reversa deve ser vista como uma alternativa para a busca pela maior competitividade e pode tornar-se uma oportunidade de negócio – poderá tornar-se uma estratégia corporativa de sucesso ao mesmo tempo em que se recupera e preserva o meio ambiente. Esta oportunidade de negócio apresenta-se quando as empresas transformam os riscos ambientais em oportunidades de negócio.

Assim, criando uma consciência social nas empresas, governos e legisladores têm a oportunidade de direcionar esforços privados para o bem comum. É essencial que os responsáveis pelas funções de logística, tanto das empresas quanto do governo, estejam atentos para a criação de indústria de reciclagem e cooperativas de logística reversa. A estratégia para reduzir impacto ambiental gerado por uma empresa passa a ser vista como estratégia de sustentabilidade da própria empresa no momento em que o mercado consumidor estiver mais atento, como já é o caso de vários nichos no Brasil.

Da mesma forma, adicione-se a isto o interesse de pesquisas acadêmicas, governo, setor produtivo e comunidade em geral para criar uma consciência cultural para a logística reversa para ajudar a preservar o meio ambiente e seus ecossistemas.

Finalmente, com o aumento da consciência ambiental entre os consumidores, o reforço do quadro jurídico para o cuidado ambiental e desenvolvimento de materiais recicláveis, a logística reversa estará permanentemente instalada como um instrumento fundamental na gestão de canais de distribuição.

[nggallery id=5]

Gostou dessa matéria? Doe qualquer valor e ajude a manter o Logística Descomplicada gratuito:

Leandro C. Coelho, Ph.D., é Professor de Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos na Université Laval, Québec, Canadá. Conheça mais no menu Sobre (acima).

  • Olá Leandro, tudo bem!

    Inicialmente, gostaria de parabenizá-lo pela matéria. realmente o conteúdo é de extrema qualidade.
    Sou um profissional de Logística Reversa e també tenho um blog (que ainda será publicado) sobre o tema.
    Sabendo da importância deste assunto, gostaria de deixar meus contatos como um canal aberto para o envio de matérias à serem publicadas (lembrando que seus dretos sempre serão reservados).

    Segue contato: [removido]

    Grande Abraço!

  • luiz carlos da silva

    O artigo é otimo.

    Obrigado por eu receber emails de vc.

  • Alexandre Gomes

    Olá pessoal,

    Estou trabalhando em uma empresa recolhe resíduos industriais recicláveis utilizando caminhões com caçamba "rollon" para coleta de plásticos (embalagens de alimentos com defeito, garrafas pet fora do padrão, caixas de engradado danificadas), papeis (papelão, embalagens tetra pak, documentos inutilizados), vidros (garrafas de bebidas) e demais restos industriais principalemente do setor alimentício.

    Assumi a vaga para cuidar da manutenção da frota de +/- 10 caminhões e da roteirização das coletas.

    Gostaria de saber de alguém que já trabalha na área com algum software de rota sobre os detalhes da implantação de um sistema tais como estrutura necessária (física e pessoal), custos (aquisição e implantação), dificuldades enfrentadas e demais dicas.

    Estive olhando e concluí que os principais programas são direcionados ao setor de transporte e distribuição, o que não é nosso caso, pois os caminhões não fazem coleta fracionada. Eles saem da empresa direto para o ponto de coleta nas empresas (fornecedores de material) e:

    1 – voltam pra garagem trazendo o material para separação e processamento (destruição, fragmentação, prensa e estocagem para futura venda) ou;

    2 – encaminham o lixo (material não reciclável, economicamente falando) para o aterro sanitário da cidade.

    Se alguém puder contribuir com informações, fico grato.

    Abraços

    • Prezado Alexandre,

      Nós acabamos de desenvolver um sistema de logística reversa desenvolvido para empresas que operam com coleta e reciclagem.

      Por favor, me envie um email para [removido – acesse link] que terei o maior prazer em lhe atender.

      Grato,

      Marco Sulzbacher

  • Robson

    Parabéns pelo site, um site que com certeza ajuda ou ajudara muita gente do ramo logístico mais uma vez parabéns.

  • valdeci

    gostei muito do assunto, esse é um dos caminhos pra preservar a natureza.

  • gossto muito do assunto e estou pensando em fazer uma pós em log. reversa pois já engloba os dois assuntos.

  • acho muito interessante, estou pensando em fazer uma pós em reversa pois engloba os dois assuntos meio ambiente e o reverso dos materiais.

  • Jacqueline

    Adorei o assunto vou usar para o meu tcc