Missão Técnica ao Japão: Outubro de 2010

A maioria das fábricas no Japão, ao contrário do que muitos pensam, nem sempre é dotada de equipamentos sofisticados, totalmente automatizados. Muitas operam com máquinas antigas, com alta confiabilidade e capazes de responder com agilidade às variações de demanda de modelos e quantidades.
_
Aliado ao seu estilo de administração, é mundialmente reconhecido o sucesso do modelo de qualidade e Produtividade Japonês.

O objetivo das Missões Técnicas do IMAM é proporcionar aos executivos a oportunidade da atualização de conceitos, métodos e técnicas de gestão da manufatura, de tal modo que os participantes irão comprovar “in-loco” o modelo de administração japonês, adotado e aplicado com sucesso a partir de muitas das técnicas ocidentais onde ao longo das últimas cinco décadas, de uma forma paciente e silenciosa, teve o elemento humano como o principal fator de sucesso.
_É dada a oportunidade aos participantes de discutir os desafios dos executivos na implementação destes conceitos, e os caminhos que os levaram a superá-los.

O Programa de quem Melhor Entende de Qualidade e Produtividade no Brasil!
Pelo sucesso alcançado com a experiência de dezenas de Missões de empresários brasileiros e de outros países ao Japão desde 1984, o IMAM organiza o mais completo e adequado programa.
Além das técnicas de Qualidade e Produtividade, você ficará conhecendo o que se faz atualmente de mais avançado em logística e os novos estilos de gestão empresarial.

Quem Deve Participar
Responsáveis pela qualidade, produtividade e satisfação dos clientes, de forma lucrativa, e que buscam atualização para ter sucesso no mundo de hoje.
A Missão Japão trará benefícios a Presidentes, Diretores e Gerentes das áreas Administrativas, Operacionais e de Apoio, Marketing, Logística, Produção, Finanças e Recursos Humanos.
Algumas empresas consideram as Missões do IMAM um Programa de Desenvolvimento Organizacional, e incluem anualmente duas pessoas em cada um dos eventos.

Veja “in-loco” nas melhores empresas de Tokyo, Kyoto, Nagoya e Osaka, os métodos e tècnicas de: Qualidade, Produtividade, Logística, Recursos Humanos e Meio-Ambiente

Confira mais informações no site do IMAM.

Gostou dessa matéria? Doe qualquer valor e ajude a manter o Logística Descomplicada gratuito:

Leandro C. Coelho, Ph.D., é Professor de Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos na Université Laval, Québec, Canadá. Conheça mais no menu Sobre (acima).