Passo a passo para sua mudança internacional (bagagem)

Passo a passo para sua mudança internacional (bagagem)

 

como fazer mudança internacionalDepois de discutir aqui sobre o pesadelo de trazer sua mudança do exterior para o Brasil, muitos leitores me escreveram perguntando sobre dicas, indicações de empresas que prestam serviços ou reclamando da burocracia que enfrentaram (ou enfrentam) para liberar suas cargas.

Apesar das perguntas serem variadas, todas convergiam para o mesmo ponto:  o que fazer antes de embarcar a carga.  Que roteiro deveriam seguir para evitar as dores de cabeça na hora da chegada?

Pensando nisso, elaborei um conjunto de etapas, baseados na minha experiência profissional e em pesquisas nos principais portos do país.

Certamente, este roteiro não será o mais completo e poderá variar de Estado/Porto.  Mas certamente ele reflete o que todo viajante deve seguir.

Etapa 01 – Preparação da Carga


Tudo começa com a arrumação da sua bagagem ainda no exterior. Se possível compre caixas de papelão padronizadas e as embale por cômodo da casa.

Comece pelos quartos e faça uma numeração da seguinte forma “Quarto 01 – Caixa 01”, “Quarto 01 – Caixa 02”, e assim por seguinte para quantos quartos você tiver. Depois, vá para sala, cozinha, banheiro e por aí vai. Pode parecer burocrático, mas lhe garanto, na hora da fiscalização conferir tudo será mais fácil.

Em seguida, faça uma declaração de bens, em computador se possível, contendo essas caixas. Relacione-as, todas, descrevendo o que tem dentro de forma genérica. Exemplo: na caixa 01 do quarto, há 3 calças, 5 camisas, 2 pijamas, 05 pares de meia.  Na hora de descrever na Relação de Bens, descreva Roupas de uso pessoal. Não precisa ser tão burocrático e detalhista na hora de descrever o que tem.

A fiscalização quer saber se dentro daquela caixa número X há ou não roupas conforme declarado relação de bens.

Você pode fazer quantas caixas quiser desde que TODAS estejam relacionadas na declaração de bens, e que não ERRE o seu conteúdo. Você pode descrever de forma genérica (roupas, utensílios de cozinha, moveis do quarto), sem precisar se ater detalhadamente ao conteúdo (05 garfos, 03 colheres, 04 facas).

Ao final, estipule um valor total para os produtos. Pode ser um valor médio e não precisa ser exato, mas também não pode ser muito abaixo do correto.  Declare em dólares ou em reais, como você quiser, mas a declaração de bens precisa ter um valor para a Receita Federal.

Ponto Importante 01: você pode trazer o que quiser, exceto veículos e bens automotores, tais como moto, carro, patinete, barcos, motores de polpa, qualquer coisa que tenha motor. Se trouxer, mesmo que seja um e apenas simples, sua carga inteira terá problemas.  E aí, tudo vai por rio abaixo.

Ponto importante 02: Você pode trazer o que quiser novo, porém NADA PODE SER CONFIGURADO COM FINS COMERCIAIS. Exemplo: Você mora com a sua esposa e dois filhos.  Há três quartos e uma sala. Logo, é admissível que nesta mudança haja 04 televisores, dois computadores, 04 aparelhos de som e por aí vai.

Mas não seria correto e plausível que viesse nessa bagagem 08 televisores, 07 notebooks, 10 aparelhos de som, correto? A fiscalização da Receita Federal vai analisar isso pelo âmbito do bom senso.  Se ficar configurado que há fins comerciais, ou seja, que você aproveitou para fazer comércio, o despacho aduaneiro será comprometido aí retirar a sua carga será quase impossível.

Ponto importante 03: Caso haja equipamentos de trabalhos (ferramentas manuais, máquinas, serras, etc.) será preciso comprovar, por outros meios, que o viajante os utilizava profissionalmente.  Para isso, uma declaração da firma em que trabalhava ou um contrato social (consularizado) servirá de prova.

Para evitar estes contratempos, contrate um profissional experiente no porto de destino para lhe dar as orientações finais.  Faça esta lista de bens com antecedência e envie a ele para aprovação.  Pergunte quanto tempo está levando para desembaraçar uma bagagem e quais são os principais problemas encontrados.

Depois de tudo preparado e listado, confira mais uma vez se realmente há dentro das caixas aquilo que você descreveu. Isso vai facilitar o trabalho do despachante aqui no Brasil e você não terá atrasos.

Etapa 02 – Contratando o Frete Internacional

Este é uma etapa importante, visto que uma má negociação neste momento encarecerá o processo no desembaraço.

Existem várias empresas de transportes para o Brasil. Algumas grandes, outras de médio porte.  Entretanto, todas possuem alguns critérios comerciais que precisa ficar muito claro para o viajante.

A primeira deles é que você deve fugir dos intermediários, dos atravessadores.  No primeiro momento, eles podem lhe oferecer uma taxa menor na origem.  Porém, ao chegar ao Brasil, vai descobrir que precisa pagar outros valores, que as vezes encarecem a conta.

Exemplo: nem sempre quem está contratando o frete com um intermediário sabe que ao chegar ao Brasil vai precisar pagar handling, taxa de siscarga, desconsolidação, e muitas outras despesas, de nomes esquisitos, mas que no final encarem o preço e pode gerar um desgaste enorme.

A dica é: contrate o frete diretamente com o armador.  Se não for possível, negocie bem os valores e peça por escrito ou em contrato, quais valores serão pagos aqui no Brasil. Peça um frete com tudo incluso e exija que isso esteja formalizado.

Outro ponto importante é a negociação do freetime de entrega do contêiner.  Você precisa ter um prazo de no mínimo 10 dias.

Este freetime significa quanto tempo você terá para devolver o contêiner vazio, e 7 dias é muito pouco.  caso ultrapasse os 07, você terá uma multa diária de 50 dólares por dia.  Assim, diga que você precisa de 15, para eles chegarem a 10 ou 12 dias.  Peça um documento oficial deles, carta, email ou que escrevam no BL qual foi o prazo negociado.

Certamente, ter um prazo mínimo, o de praxe de 07 dias, lhe trará dor de cabeça na hora de desembaraçar. Lembre-se, no Brasil tudo é demorado e a companhia marítima não quer saber se a culpa foi sua ou não.

Etapa 03 – Documentação

Ainda nos país que você reside, antes da sua carga embarcar se possível, vá ao consulado brasileiro mais próximo e peça para fazer uma declaração de residência consularizada.

Isto significa que o Cônsul irá declarar, pelas vias legais, que você tinha residência fixa naquele lugar.  Isso vai lhe evitar a comprovação e junção de vários documentos notarizados.  Essa declaração consularizada será a prova de que o viajante morava naquele lugar e que agora volta para o Brasil.

No Brasil, o viajante também precisará comprovar possui uma residência fixa.  Pode ser uma conta de água, energia ou telefone em seu nome.

E se não tiver? Então a saída será uma declaração de alguém da família ou próximo de você, informando que irá morar com ele. Este documento precisará ser reconhecido em cartório, junto com uma cópia autenticada do comprovante. Este procedimento comprova a futura residência do viajante no Brasil.

O terceiro documento é a lista de bens, como explicado na etapa 01. Ela precisa ser assinada pelo viajante em todas as folhas e ter o reconhecimento em cartório aqui no Brasil.

O quarto documento são as folhas autenticadas do seu passaporte, incluindo a via da foto e do endereço, além do visto, quanto existir.

O quinto documento é importante e ninguém dá muita atenção. Trata-se do bilhete aéreo da passagem.  Muitas pessoas jogam isso foram, mas ele é obrigatório ser apresentada. O pequeno pedaço de papel precisa ser muito bem guardado.

O sexto e último documento é a Identidade e o CPF do viajante, no caso brasileiro.

Será preciso também verificar a situação cadastral dos viajantes na Receita. Caso esteja irregular, providencie o cumprimento das exigências na Receita Federal, antes do início do despacho aduaneiro. Ou então não será possível liberar a sua mudança.

Etapa 04 – Liberação da carga no Brasil

Procure fazer o pagamento do frete antecipado no país de origem.  Isto melhora o andamento do processo, e você terá um ganho financeiro, uma vez que não ficará à mercê da variação cambial.

Assim que a carga for embarcada retire os BLs (conhecimento de carga) originais e traga em mãos para o Brasil.  Este documento, junto com os outros, serão apresentados na Alfândega para liberação da carga.

Nesse momento você já deve ter contratado um profissional para lhe assessorar no Brasil. Procure por um despachante aduaneiro experiente, e que tenha boas referências. Discuta e negocie preço, mas fuja daqueles que fazem o serviço por qualquer preço.

Por experiência, este serviço requer muito conhecimento técnico e muitas vezes a redução dos honorários aduaneiros poderá comprometer o desempenho final.  Pense que a sua carga estará em mãos de alguém que irá lhe representar.  E qualquer erro ou displicência pode lhe custar multas ou atraso na liberação.

Depois de embarcado, este despachante lhe ajudará a monitorar a chegada no Brasil.  Antes de chegar, será preciso pedir a remoção desta carga para um terminal próprio e especializado em armazenamento de bagagens.

Assim que chegar e a carga for removida, será preciso pedir a desova da carga, já que o contêiner precisa ser entregue ainda dentro do freetime (prazo) estipulado e negociado com a companhia marítima.

Depois de desovada a carga, o próximo passo é juntar a documentação e iniciar o despacho aduaneiro junto à Receita Federal. Depois de entregue, este processo será distribuído para um fiscal que irá averiguar tudo que foi dito acima.

Isso é um trabalho demorado e trabalhoso para ambos.  Nesse momento, o viajante precisa ter paciência com os órgãos fiscalizadores do Brasil. Atualmente, uma bagagem leva de 30 a 45 dias úteis desde a chegada para ser concluída.

Etapa 04 – Retirada da carga do Terminal

Após todas as exigências alfandegárias cumpridas e a carga desembaraçada, o próximo passo é gerenciar a logística de retirada. Apesar de não ser a mais difícil, neste ponto o viajante precisa conhecer os custos que ele terá.

A armazenagem e as despesas portuárias precisarão ser quitadas antes de a carga sair.  Aqui, serão pagos a armazenagem, a desova feita, a separação da carga (exigida pela Receita), a movimentação, e tudo mais. Assim, cobre do profissional que você contratou no Brasil, um orçamento prévio do que irá gastar.

Também será preciso contratar uma transportadora para levar a sua carga.  Cote preço com mais de uma e negocie diretamente com a empresa. Por conhecimento de causa, o preço do frete pode ter variações bruscas, por conta da sua inexperiência comercial.

Como disse anteriormente, este roteiro não será o mais completo. Porém, ele reflete a minha experiência e os principais problemas sofridos pelos viajantes em todo o país.  Ele poderá variar de Porto para Porto, mas a essência do que você precisa está aqui.

Mas além de seguir um roteiro prévio, contrate um profissional sério e não em mágicos e amigos de fiscais que lhe prometerão rapidez e agilidade. Na verdade, eles querem o seu dinheiro antecipadamente para depois deixar a sua carga mofar no terminal.

Apesar de ser complexa, a Lei existe e precisa ser cumprida. Não deixe que a falta de informação ou o cumprimento do que determina a Lei impeça você de retirar a sua bagagem.

Leia um pouco mais: conheça os custos para trazer sua mudança do exterior para o Brasil.

Authored by: Carlos Araújo

Despachante Aduaneiro, formado em gestão Financeira e Pós-Graduado em logística e Comércio Internacional. Presta consultoria para empresas de comércio exterior em logística aduaneira e procedimentos alfandegários de alimentos, bebidas e veículos. É autor e editor de conteúdo do ComexBlog.

  • claudio

    ola moro na italia e estou retornando para sao paulo, poderiam me indicar agente aduneiro serio para ajudar na parte burocratica, obrigado

  • Lucy

    ola….. eu moro na Italia to vontando pro brasil mas sem preca…e eu ja estive no Brasil e ja levei duas malas de 60k a minha pergunta e’ simples estavo pensando de mandar duas caixas uma caixa de sapatos com 17 pares e outra com alguns casacos vc acha que pode dar problemas na fiscalizacao ? pq chegando em Sao Paulo essas caixas vao ter que ir para o interior no correio quando pago por essas duas caixas e’ ja incluso ate a distinacao? ou da Sao Paulo tenho que pagar outra coisa a mais para ir pro interior? obrigada

  • Noeli

    Vou viajar para Portugal e quero trazer uma placa de vitroceramica (fogão elétrico), Como devo proceder?
    Obrigada Noeli

  • Sharron

    Ola, moramos na Irlanda há 8 anos e estamos retornando ao Rio de Janeiro, estamos negociandoop nossa mudança com uma empresa Irlandesa e uma empresa chamada Atlantis que receberá nossa mudança no porto e fazer todo o processo aduaneiro. Gostaria de saber se há boas referencias sobre essa empresa por favor?
    Obrigada!

    • jaime

      Nada

  • Eli

    Boa tarde! Moro nos Estados Unidos a 9 anos, tenho green card, mas estou voltando de mudança para o Brasil. Estou levando 4 malas, mas de eletronico só estou levando meu telefone samsung e meu MacBook, ambos usados. Devo ir ao Consulado Brasileiro e fazer um atestado de mudança? E se eu nao faço esse atestado terei problema com a alfandega no Brasil?
    Muito obrigada

  • sil

    Bom Dia! Gostaria de saber se voce poderia me dar uma ideia de qto eu gastaria pra fazer uma mudança da Holanda para o Brasil(sudeste) porta a porta. Pode ser o custo em euros ou reais.
    Muito obrigada,
    sil

  • G. Salgueiro

    Olá, Boa tarde. Gostaria de tirar uma dúvida. Algumas pessoas que moram no exterior me disseram que é possível trazer bens como automóveis usados como mudança para o brasil. Seria isto possível mesmo? Se sim, quais os critérios para caracterizar uma mudança e quais os custos disso?

  • M. Rodrigues

    Outas duvidas que eu tenho eh: de quem eh a culpa por esse transtorno todo nesse processo legal de mudanca. Como as pessoas podem cobrar precos acima do tabelado. Porque essas pessoas que ja estao com problemas nao se juntam, contratam um bom advogado e processa os responsaveis? Porque ninguem denuncia esse absurdo?

  • M. Rodrigues

    M.Rodrigues,

    POr favor, gostaria de saber de um despachante competente e confiavel em Natal no Rio Grande do Norte.
    Agradeco muito se puderes me ajudar.

  • ana maria

    achei interessante as dicas sobre mudança internacional ,confesso que estou na duvida se faço minha mudança, por isso gostaria que vc me indicasse uma empresa idonea .Recebi algumas informações mas nada concreto.Não sei quem acreditar.Por favor me ajude.Obrigada.

  • Alguém poderia me indicar uma empresa idônea que faça a mudança porta-a-porta entre Portugal e Salvador/Bahia, juntamente com o contato de um despachante idôneo para resolver o despacho dos bens na Alfândega? Agradeço.

    • marco moreno

      tem uma companhia de nome transporte Beleza em portugal que eu tambem presciso de orientacao para uma mudanca de um studio de arte para salvador se alguém puder orientarmi eu agradeco

  • Phillipi Ramos

    Como eu faço pra fazer a mudança de uma empresa pra o Brasil, eu tenho um estudio de gravação Boston, estou de mudança, posso trazer meus equipamentos(instrumentos musicais e eletrônicos)? Pago algum imposto por eles?
    Muito bom a sua explicação acima, VLW

    • claudio

      Prezado Phillipi,

      comprovando que você trabalhava na profissão, você pode sim.

    • marco moreno

      vc pode abrir uma empresa no brasil e tranferir como filial, se vc tiver uma empresa em boston. no caso istrumentos é diferenciado de equipamentos eletronicos a melhor solucao é abrir lá como micro-empresa, recebi essa orientacao aqui na alemanha que seria a saída como material de uso próprio (Trabalho), no nosso caso

  • PEDIDO DE INFORMAÇÃO SOBRE
    MUDANÇA PARA O BRASIL.

    Estou a lhe escrever porque li todas as informações aqui contidas e fiquei
    muito insegura, pois estou quase a assinar um contrato com um transportadora
    que me informa que fará a mudança porta-a-porta. Moro em Portugal com um filho
    menor (16 nanos). A situação aqui está muito dificil, pois estou desempregada e
    recebo pensão do meu ex marido para minhas despesas. Enfim, algo realmente
    dificil. Tenho um apartamento próprio no Brasil e, portanto, depois de ter
    gasto tanto dinheiro por aqui com compra de mobilia, eletrodomésticos etc. (foi
    o aconselhamento que recebi quando aqui cheguei há 4 anos atrás), não encontro
    quem as compre por um preço que seja justo. Já reduzi os preços em 60 a 70%,
    mas eles pechincham demais. Por exemplo, comprei um carro usado por € 2.500,00
    e agora querem pagar € 950,00. Não sei o que fazer! A empresa que estou
    negociando a mudança (sem o automóvel,é claro) facilita o pagamento através de
    cartão de crédito parcelado, pois é uma empresa que tem sede no Brasil e
    representantes no exterior. Já consultei alguns órgãos para me certificar da
    idoneidade da empresa e não obtive nenhuma informação de irregularidade. O
    problema, porém, se dá com relação à Alfândega do Porto de destino. Tenho medo
    de ter meus bens apreendidos por não ter como pagar pela liberação. Meu
    passaporte e do meu filho está para vencer no dia 03/Ago/2013. Preciso viajar
    antes dessa data, pois para renovarmos o passaporte, temos que pegar uma senha
    no Consulado e ficarmos na fila de madrugada. Eles só atendem 20 (vinte) pessoas
    por dia. Como não quero que meu filho fique sem estudar até o início do ano
    letivo do Brasil que seria em Fevereiro de 2014, necessito sair logo que o ano
    letivo de Portugal termine. A escola do meu filho está com previsão de término
    em Junho/2013. Ele poderá iniciar numa escola brasileira em Agosto/2013
    respeitando as equivalências do curso que faz. Enfim, se puder me dar um
    conselhno eu ficarei eternamente grata, pois, confesso, estou totalmente
    perdida e vendo o tempo passar muito rapidamente. Já estou nesse dilema desde o
    início do ano de 2013, mas decidi que chegou a hora de partirnos e tentarmos
    ter uma vida mais digna em meu país, uma vez que também não pagarei aluguel de
    casa. Me ajude, por favor!!!

    Obrigada e desejo felicidades
    a todos.

    Ack.

  • Guest

    Deixar uma mensagem…

  • Guest

    PEDIDO DE INFORMAÇÃO SOBRE
    MUDANÇA PARA O BRASIL.

    Estou a lhe escrever porque li todas as informações aqui contidas e fiquei
    muito insegura, pois estou quase a assinar um contrato com um transportadora
    que me informa que fará a mudança porta-a-porta. Moro em Portugal com um filho
    menor (16 nanos). A situação aqui está muito dificil, pois estou desempregada e
    recebo pensão do meu ex marido para minhas despesas. Enfim, algo realmente
    dificil. Tenho um apartamento próprio no Brasil e, portanto, depois de ter
    gasto tanto dinheiro por aqui com compra de mobilia, eletrodomésticos etc. (foi
    o aconselhamento que recebi quando aqui cheguei há 4 anos atrás), não encontro
    quem as compre por um preço que seja justo. Já reduzi os preços em 60 a 70%,
    mas eles pechincham demais. Por exemplo, comprei um carro usado por € 2.500,00
    e agora querem pagar € 950,00. Não sei o que fazer! A empresa que estou
    negociando a mudança (sem o automóvel,é claro) facilita o pagamento através de
    cartão de crédito parcelado, pois é uma empresa que tem sede no Brasil e
    representantes no exterior. Já consultei alguns órgãos para me certificar da
    idoneidade da empresa e não obtive nenhuma informação de irregularidade. O
    problema, porém, se dá com relação à Alfândega do Porto de destino. Tenho medo
    de ter meus bens apreendidos por não ter como pagar pela liberação. Meu
    passaporte e do meu filho está para vencer no dia 03/Ago/2013. Preciso viajar
    antes dessa data, pois para renovarmos o passaporte, temos que pegar uma senha
    no Consulado e ficarmos na fila de madrugada. Eles só atendem 20 (vinte) pessoas
    por dia. Como não quero que meu filho fique sem estudar até o início do ano
    letivo do Brasil que seria em Fevereiro de 2014, necessito sair logo que o ano
    letivo de Portugal termine. A escola do meu filho está com previsão de término
    em Junho/2013. Ele poderá iniciar numa escola brasileira em Agosto/2013
    respeitando as equivalências do curso que faz. Enfim, se puder me dar um
    conselhno eu ficarei eternamente grata, pois, confesso, estou totalmente
    perdida e vendo o tempo passar muito rapidamente. Já estou nesse dilema desde o
    início do ano de 2013, mas decidi que chegou a hora de partirnos e tentarmos
    ter uma vida mais digna em meu país, uma vez que também não pagarei aluguel de
    casa. Me ajude, por favor!!!

    Obrigada e desejo felicidades
    a todos.

    Ack.

  • marlene

    leandro queria saber quanto me podi sair minha mudança desde espanha a minas gerais. i que estivesse todo incluido como aduadeira receita federal i todo ja que meus movel ja fas unos anos que lo tengo i nao guardado tic de compra.aprte somtodos meus livros i roupa de cama como tambem televisores camas um pouco de todo.i que nao quizera pagar di novo no brasil para retirarla na aduadeira

  • moro na italia ha varios anos sou de vila velha esp santo e tenho 10 caixas com minha mudanca vc pode cuidar disso para mim quero mandar no mes de maio obrigado

  • Carlos, gostaria de saber quanto vou pagar para transportar uma carga de 3800 kilos. para espanha. transporte maritim conteiner. de belem do para para puerto de santa maria. espanha. sao apenas ferros que pesam 3800 kilos é um equipamento de trabalho. que burocracia eu devo enfrentar … obrigado aguardo…. louys Armstrongh Ximenes

  • Mara Garin

    Olá!
    Meu noivo mora em Portugal, estamos pensando em casar por procuração e depois ele virá de mudança permanente para o Brasil em Novembro. Ele pode trazer sua mudança de Albufeira? O que precisamos fazer para ter certeza que as coisas chegarão por aqui? Nós Vamos fixar residência em Cachoeira do Sul, Rio Grande do Sul. Onde posso buscar mais informações? Abraços,
    Mara Garin.

  • Alexandrino

    BOA noite!
    Lendo suas orientações sobre importações, despertei para um ponto, que gostaria da sua experiência.
    Estou em Buenos Aires num doutorado, que me tomará ao menos mais 03 anos.
    Tenho CERTIDÃO de domicílio, expedida pela Polícia local.
    Desejaria adquirir um carro para o meu-a-dia, e posterior importação para o Brasil.
    Assim,pergunto: quais as vantagens neste caso, e como deverei proceder?quais os custos envolvidos para esta importação?

    Grato,

    Alexandrino

  • Mari Vargas

    Por Favor, vou me mudar do Brasil ( Rio de JAneiro) para New York (USA), mas gostaria de despachar “”coisas””, souvenirs, livros, cd/dvd/., roupas, som, coisas pessoais, NADA DE MOVEL ou ELETRODOMESTICOS. QUal seria a melhor forma? Seria possivel normalmente despachar por caixa pelo SEDEX?……. Obrigada. MARI (Rio de Janeiro – RJ – Brasil).

  • olavo

    Olá amigo, vivo a 5 anos no México mas já estou de regresso. Nao tenho nada volumoso para encher um conteiner, apenas umas 5 caixas com minha coleção de figuras de ação que comprei aqui no México, Como declaro isso? Com o atestado de residencia mexicano eu nao preciso pagar impostos? Como faço com o meu cachorro? Ele paga imposto? Gracias.

  • Denise Klein

    Olá Leandro,
    Será que poderia indicar despachantes aduaneiros no porto de Rio Grande – RS?
    Obrigada
    Denise

  • Cynthia

    Ola Carlos! Estou voltando para o Brasil daqui umas semanas e nao consigo encontrar uma empresa de confianca para fazer minha mudanca! So encontro reclamacoes de diversas empresas na internet? Vc poderia me informar se sabe de alguma empresa seria q faca o transporte da mudanca dos Estados Unidos para o Brasil? Procurei o formulario para contato e nao encontrei!
    Desde ja, muito obrigada!

    • ana maria

      Alo cynthia, boa noite! Gostria de saber se consegui fazer sua mudança sem problemas,pois estou na mesma situação que vc!Sera que pode me ajudar pois preciso de um despachante aduaneiro que eu possa confiare idoneo.Por favor pode me ajudar!Ana maria

  • henrique ponce

    Procurei o link no final dos post nao achei, preciso de indicacao de proficionais para fazer mudanca de Dubai para Sao Paulo…sera que alguem me ajuda? henrique_ponce@hotmail.co.uk
    Obrigado

  • Siegrid

    Bom dia Carlos,
    Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo excelente artigo.
    Atualmente resido nos EUA e estarei retornando para o Brasil em Dezembro. Contactei algumas empresas de mudança para fazer o serviço de porta a porta. Os orçamentos que recebi variaram bastante, o que me gerou muitas dúvidas. Você conhece alguma empresa de transporte de confiança que faça mudança dos EUA para o Brasil.
    Desde já, agradeço tua juda
    Siegrid

  • Olá,
    Estou trazendo minha mudança de Vancouver para Grande São Paulo. Você conhece algum despachante para me indicar?

  • Tainá mattoso

    Olha carlos, meus parabéns pelo post!
    Extremamente detalhado e prático, com toda certeza vai ajudar muita gente.
    PARABÉNS!

  • ciaopaty

    Não obtive resposta do Sr. Carlos Araújo quanto a liberação de mudança, email enviado mas sem resposta.

  • Douglaz, entre em contato utilizando o link q tem no final da matéria.

  • IVONEI AREDES SALOMAO

    OLA CARLOS, SOU EU IVONEI OUTRA VEZ, E QUE ME ESQUECI DE PERGUNTAR-TE O MAIS IMPORTANTE. E QUE COMO O TRANSLADO DA MUDANCA DEMORA BASTANTE, EU PRETENDO MANDAR PRIMEIRO AS CAIXAS E EU SO VOU UNS 2 MESES DEPOIS, POR ISSO QUERIA SABER SE VC SABERIA DIZER-ME SE EXISTE ALGUMA EMPRESA QUE ENTREGUE A MUDANCA EN CASA, POIS MINHA MAE VIVE SOLA E JA TEM M UITA IDADE. NO CASO SERIA PARA ENTREGAR EM UMA CIDADE DE MINAS GERAIS. UM ABRACAO E MUITO OBRIGADO

  • IVONEI AREDES SALOMAO

    BOA NOITE, E UM HORABUENA PELAS INFORMACOES. MEU CASO E QUE VOU EN DEFINITIVO PARA O BRASIL E SOMENTE PRETENDO LEVAR ROUPAS, ALGUS livros CDS, SAPATOS NAO PRETENDO ENVIAR NENHUM APARELHO ELETRICO, NESTE CASO O QUE VC ME ACONSELHARIA. DEVO BUSCAR UMA EMPRESA, POIS ME DISSERAM QUE O CORREIO E UM POUCO COMPLICADO., DESDE JA MUITO AGRADECIDO POR TUDO.

  • francisco santana

    Carlos, estou de mudança de Murcia, Espanha para Florianopolis, SC e quero enviar os equipamentos que utilizo para trabalhar, ainda sao novidade no Brasil e estou encontrando dificuldade com o transporte da mudança. Na verdade a mudança em si e pouca coisa, umas 04 caixas mas o equipamento e o que realmente me interessa… como entrar em contato com alguem que possa resolver isso?? Nao encontrei o formulario pra te enviar email, se puder facilitar o endereço… grande abraço, francisco santana

  • Vera

    hola. legal mesmo as dicas que vc da aqui,gostei. eu vou de mudança pro Brasil em dezembro de 2012,moro na España. aqui tem empresas que fazem mudança de porta a porta,pegam aqui na minha casa e levan no endereço que eu dicer no brasil. gostaria de saber se contratando uma empresa dese tipo,eles solucionan tudo ou eu vou ter dor de cabeça pra correr atras aí no Brasil.
    obrigada.

    • Bom dia Vera!
      É importante tentar colher informações sobre a empresa. Muitas empresas enviam diversas mudanças em um único container, em nome de um único passageiro, as vezes dois. Chegando ao Brasil, esse esquema é identificado pela RF e todas as bagagens acabam sendo retidas.

      Um modo de identificar que não farão isso com sua mudança, é exigindo que lhe enviem o BL (conhecimento de embarque), que deverá estar consignado ao dono da mudança. No BL ainda é possível identificar a quantidade de volumes, peso e metragem cúbica. Diante dessas informações você tem uma noção se estão enviando algo a mais em seu nome. Com o BL ainda, você poderá acompanhar a previsão de chegada de sua mudança.

      Outro documento que precisa ser analisado antes de assinar, é a relação de bens. As empresas, dependendo do tipo de serviço que contrato, tem elaborado as relações de bens e enviado aos clientes para eles assinarem. Antes de assinar a relação, confira item por item, veja se tem algo item que não lhe pertence na lista.

      Caso queira tirar mais alguma dúvida, anderson@amxlog.com.br

  • Oi, tudo bem? se possivel pode passar seu email… Obrigada

  • Simone

    Olá enviando minha mudança no final do mês dos Estados Unidos para o porto de Itapoa em Santa Catarina, vc teria algum despachante para me indicar para fazer a liberação da carga? Aguardo, Simone.

    • Tatiana

      Oi Simone, sou de Porto Alegre e tenho a minha mudança desde a Espanha, estava pensando em Portos de desembarque da carga e lendo teu comentário vi este de Itapoa que esta no sul do Brasil, te pergunto se tu conseguiu um despachante bom nesta area, a tua mudança chegou bem?
      Obrigada,
      Tatiana

  • antonio silva

    Boa tarde Carlos! Gostaria primeiramente de parabenizá-lo pelas informações acima. Certamente você irá ajudar muitas pessoas que têm dúvidas como eu!
    Gostaria de lhe perguntar se posso incluir os vinhos da minha pequena adega. Moro a 8 anos em Portugal e tenho aproximadamente 50 vinhos e gostaria de levá-los na minha mudança. Quando são repetidos, são 4 no máximo.
    Obrigado mais uma vez pela grande ajuda!
    Abraço,
    Antonio Silva

  • Antonio Silva

    Boa tarde Carlos! Gostaria primeiramente de parabenizá-lo pelas informações acima. Certamente você irá ajudar muitas pessoas que têm dúvidas como eu!
    Gostaria de lhe perguntar se posso incluir os vinhos da minha pequena adega. Moro a 8 anos em Portugal e tenho aproximadamente 50 vinhos e gostaria de levá-los na minha mudança. Quando são repetidos, são 4 no máximo.
    Obrigado mais uma vez pela grande ajuda!
    Abraço,
    Antonio Silva

  • Hamington

    ola moro em londres e estou pensando em voltar para o brasil no fim do ano
    e preciso enviar algumas coisas aki de casa e algumas ferramentas tbm 
    sou do interior de minas , gostaria que vc me indicase um bom profissional ..
    desde ja muito obrigado 

  • Thais

    Ola´
    ao fazer a relação de bens é preciso por o valor dos mesmos?
    Qual o valor máximo que que pode levar de mudança?
    Um abraço Thais

  • Sophia

    ola! GOSTARIA DE SABER SE ELETRODOMESTICO ENTRA SEM PROBLEMAS.
    COMO POR EXEMPLO: geladeira, microondas, forno etc
    Moro na Alemanha e pretendo votar para Salvador
    Obrigada

  • Paula

    oi leandro , tento encontrar teu email para esclarecer algumas duvidas,pode me dizer onde encontro por favor,obrigado.

    • No topo da página, seção Contatos.

    • Erly Barreto

      Erly ,moro nos estados unidos ha 17 anos ,gostaria de saber se eu posso levar o meu carro ele e semi novo,eu sou legal no pais mais estou voltando para o brasi de mudanca,me respode por favor.

  • patricia

    Boa tarde Carlos, gostaria de saber algum email, para pedir orçamento para mandar minha mudança da Espanha para o Brasil, obrigada.

    • Leandro

      Como todos os outros leitores, favor entrar em contato por email com detalhes (prazos e locais) do que você precisa.

  • MARCUS TAVARES

    OLA,ESTAMOS RETORNANDO AO BRASIL VIVEMOS EM ESPANHA!!!!TEMOS MUITAS COISAS E PRECISAMOS DE UM CONTENEIR,,,GOSTARIA QUE O SENHOR INDICASSE UMA EMPRESA DE CONFIANÇA E QUE TRAMITASSE TUDO ,PARA PAGARMOS AQUI O FRETE E SABERMOS REALMENTE QUANTO VAMOS GASTAR NO TOTAL..AGUARDO RESPOSTA,PARABENS PELA MATÉRIA ESCLARECEU MUITAS DUVIDAS.

    OBRIGADO

  • Carlos

    Morava em Lisboa até fevereiro deste ano, neste mesmo mês contratei uma empresa para realizar

    a minha mudança, o prazo máximo para a entrega é de 90 dias, mas até o momento não me foi entregue

    e nem me deram satisfação de quando será….como devo proceder neste caso?? Tenho que acionar a justiça??

    Pois a empresa é de lá….Obrigado

    • Esse é um erro comum, infelizmente. É praticamente impossível que uma empresa de fora ofereça o serviço porta-a-porta. Fazer o desembaraço aduaneiro no Brasil requer alguém in loco. Muita gente já perdeu sua mudança inteira pois os custos aumentam MUITO quando seu container fica parado no porto. Simplesmente não vale mais a pena pagar para receber toda sua mudança. Entrar na justiça contra uma empresa estrangeira também é complicado. O melhor é planejar ANTES.

      Para todos que precisem de indicação de despachante aduaneiro no Brasil, repito: entrem em contato por email (formulário de contato acima), digam de onde saem, para qual região se mudam, e quanto tempo tem disponível antes da mudança. Indicarei alguém em seguida, também por email.

  • marcia

    Boa tarde Sr. Leandro, artigo maravilhoso e compensador apos 5 hrs entre telefonemas a portos e aeroportos, emails, pesquisas na net etc…li , amei e me foi de grande ajuda, porem quanto ao quesito confiança na transportadora e despachante me vejo de novo em um mar de problemas. Voces poderiam indicar, orientar na escolha de bons profissionais? Entrei em contato com vcs via email, mas accredito que venha a tardar um pouquinho e eu parto na proxima semana para providenciar minha mudança de Roma a Rio. Se possivel tambem gostaria de contatar um consultor aduaneiro se vcs tem conhecimento de algum. desde ja agradeço, Marcia Lofrano

  • Henrique

    Parabéns e muito obrigado pelos textos tão esclarecedores a respeito da mudança internacional.

    Há meses tenho estudado o assunto e nunca encontrei nada que me oferecesse tal perspectiva. Estou agora a um passo da desistência de levar 'tudo' que acumulamos durante nossos anos no exterior e a mobília que desejamos levar.

    Em orçamentos que fiz para o desembaraço de um container de 20' na chegada ao Brasil, sempre foi o custo da desova que levou o valor final às alturas.

    Esse valor é negociável? Quem o determina?

    Abraços

    • Entre em contato por email e poderei indicar um despachante de confiança para realizar uma cotação.

      • Tatiana

        Bom dia Leandro, qual o teu email?
        Obrigada.
        Tatiana

      • Daniel

        Otimo artigo! Por favor Leandro, não encontrei o link para contato com vc. Estou precisando de um despachante. Grato

  • Priscila

    Boa tarde. Com que órgão devemos tratar esse assuntos de mudança internacional? e Qual a lei aplicável?

    Pois estou com uma situação de um estrangeiro que entrou no país com sua familia sob o visto de trabalho temporário e agora irá solicitar o visto permanente de administrador de outra empresa. Os objetos que ele trouxe de seu país deverão sair do país por conta dessa mudança de visto? ou podem permanecer? como seria esse trâmite? Saberia responder? ou saberia informar o órgão no qual poderia ter essas dúvidas esclarecidas? Agradeço desde já. Priscila

  • MARCOS FERNANDES

    Bom dia Carlos, sinceramente meus parabens pelo seu trabalho e informaçao seria e credivel neste tema de “mudar do exterior para o Brasil”.
    Caro Carlos, buscando informaçao de agentes aduaneiros (e logo dei com vc), necessitava de um esclarecimento amplio de “se é possivél levar/importar, um caminhao que cá sou dono, me dedico aos ttes(sempre me dediquei) e ao longo destes 10anos imigrado, penso em retornar ao Brasil e gostaria muito de poder levar comigo tal bem. Informo ainda para uma melhor analise sua, que já sou cidadao Portugues, possuindo a dupla nacionalidade, que o veiculo citado se trata de um “cavalo mecanico” já com 12 anos de vida,e sua avaliaçao de mercado ronda os 4000euros aprox.
    Poderia me informar de algo?
    Desde já muito obrigado
    Marcos Fernandes

    • Marcos,

      Como destacado no final da etapa 1, não é possível levar ao Brasil nenhum veículo com motor.

  • Rafael Annoni Lange

    Parabéns pelo texto, tenho feito uma pesquisa extensa sobre este assunto e posso dizer sem dúvida alguma que estas foram as informaçoes mais claras, detalhadas e objetivas que pude encontrar! Espero que se torne referência para pessoas que enfrentam essa via crucis, como eu em breve. De fato, seguindo estes passos a pessoa só fica sem a carga por conta de alguma avaria grave no meio de transporte! hehe

    Carlos, aproveitando o comentário e apenas abrindo parênteses: Esta operaçao toda parece melhor desenhada para mudanças volumosas, que ocupam praticamente um container inteiro, por exemplo. Eu estou voltando para o Brasil depois de quase 3 anos na Espanha, moro sozinho e nao tenho tanta mudança pra trazer de volta. É aquele típico caso de querer trazer de volta apenas livros, roupas, pequenos eletrodomésticos (1 monitor de 22 polegadas e 1 grill de cozinha, se colocarem em risco um possível bloqueio na aduana prefiro me desfazer deles), enfim, miudezas que juntas nao cabem em 2 malas de 23 kg de bagagem acompanhada.

    Para fazer uma estimaçao assim superficial, te diria que seriam duas caixas de uns 20 kg cada. Neste caso, como proceder? É possível fazer o envio da bagagem restante pelos Correios sem perigo latente de ficar sem os pertences na volta ao Brasil?

    Abraços, parabéns novamente pelo texto!

    • Tatiana

      Bom dia Rafael,
      Estou para fazer a minha mudança da espanha e tenho pesquisado transportadoras e nao encontro nada muito confiavel, tu enviou as tuas coisas com quem? Chegou tudo bem?
      Tenho mais roupas (tenho uma bebê de 8 meses) e coisas de casa, nada de eletronico e utensilios de cozinha.
      Obrigada!
      Tatiana