Ranking do PIB mundial (Brasil e outros países comparados)

ATUALIZAÇÃO (maio de 2012): Leia o artigo

Brasil: 6ª potência econômica no ranking do PIB mundial

Atualização em dezembro/2011: Brasil torna-se a sexta potência econômica mundial 

lista do pib mundial por paísesDepois da recente crise econômica mundial, que em alguns países ainda continua a causar seus efeitos, vemos algumas mudanças no ranking das maiores economias do mundo.

Passando por um período de estabilidade, o Brasil tem ganho posições e é hoje a 8ª maior economia do mundo, com folga para o 9º colocado (Canadá) e muito perto de ultrapassar a Itália. A China ultrapassou o Japão para tornar-se a 2ª maior economia do planeta, atrás apenas dos Estados Unidos, que continuam líderes absolutos.

Nos parágrafos abaixo você encontrará além da lista das maiores economias do mundo alguns gráficos que ajudarão a entender a dinâmica e que ajudam a colocar em perspectiva o tamanho das economias de diversos países.

Começamos pelo Brasil e com uma comparação com nossos vizinhos. Veja nas imagens abaixo (clique para ampliar e veja todas em sequência pelas setas abaixo da imagem; clique na imagem para fechar e voltar ao texto) como o PIB do Brasil (calculado em dólares americanos) evoluiu muito nos últimos anos, com uma pequena queda devido à crise. Esta arrancada também se deve à estabilidade econômica e controle do dólar.

Quando colocamos alguns de nossos vizinhos sul americanos, percebemos que o Brasil é a potência econômica local, e deve utilizar-se disto para tornar-se também uma potência política, sem se deixar influenciar ou abalar por presidentes ditadores que utilizam discurso forte.

[nggallery id=13]

Mesmo quando inserimos o México, que no início da década despontava como um grande concorrente do Brasil no cenário internacional, vemos que hoje a comparação econômica entre os dois países já favorece com folga o Brasil.

A comparação começa a ficar mais séria quando colocamos no mesmo gráfico os países que compõem o BRIC. Comparando o Brasil com Índia e Rússia mostra que são países que estão muito parecidos quanto ao tamanho de suas economias. No entanto quando incluímos a China, percebemos que o poder econômico é muito diferente deste último para os três primeiros. O gráfico mostra isso claramente e pode ajudá-lo a compreender se perceber que o PIB chinês é maior do que a soma dos PIBs brasileiro, russo e indiano.

[nggallery id=14]

Incluindo neste mesmo gráfico o PIB dos Estados Unidos faz com que os PIBs dos demais países percam a representatividade regional e passem a ser coadjuvantes no cenário mundial.

Confira na tabela abaixo a lista das 10 maiores economias do mundo, com dados do Fundo Monetário Internacional de 2010.

[table id=28 /]

Na imagem abaixo, veja a comparação dos gráficos do PIB dos 10 primeiros países desta tabela, e na segunda imagem a comparação do mesmo gráfico mas incluindo o total do PIB mundial.

[nggallery id=15]

Finalmente, na imagem abaixo, você tem a representação de cada país através de um círculo, e círculos maiores representam PIBs maiores. Assim, você consegue comparar no mapa mundi os países mais importantes do ponto de vista econômico.

[nggallery id=16]

* todos os gráficos utilizados nesta matéria foram obtidos através do banco de dados de Indicadores de Desenvolvimento Mundial do Google

Leandro C. Coelho, Ph.D., é Professor de Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos na Université Laval, Québec, Canadá. Conheça mais no menu Sobre (acima).

  • Sara

    Acho esses dados do FMI no mínimo duvidosos, gente, não é possível q a diferença entre Estados Unidos e China esteja tanto assim, ao tomarmos as Olimpíadas como exemplo…

    • Wilson Belfiori

      Na China só existem 5 cidades em prosperidade avançada, o resto é igual a Cuba. Ainda o PIB da China é uma caixa preta devido o país ser comunista e os chineses mesmo divulgarem o tamanho do PIB deles.

  • Kamilla

    não me ajudou

  • Cleidinha super 10

    Olá pessoal, ai vai uma pergunta de uma garota leiga, porém que tem curiosidades em alguns assuntos econômicos.
    Como é que se calcula o PIB? Seria somando o valor de todos os produtos fabricados no país inteiro durante um período de 12 mêses e divide pela quatidade de habitantes deste mesmo país?

    Abraços!!!!

  • Zelito Marins

    Esse negócio do PIB,não sei não.Dou um exemplo: Supondo o PIB do Brasil.MG,RJ,SP,PR,SC e RS são os de maior PIB com uma população ” X ” e os outros estados do Centro,Norte e Nordeste formam o MENOR PIB com uma população ” Y “.Pergunto o PIB “PERCÁPTO” vale ? Outra pergunta :Se PIB é “VALORES “,como fica se os grandes VALORES (DINHEIRO) das MONTADORAS no Brasil vão para suas MATRIZES.Vão para os USA e Europa ? Me respondam.

  • Gilvicente Miranda

    Esta forma de apresentação é confiável? Como se dá a apuração? Que conceito de riqueza se usa para medir a capacidade econômicade uma nação? Penso que se somos cidadãos de uma potência econômica deveriámos saber com que critérios esse poder econômico é medido. Quem sabe assim seria possível contribuir com a viabilização de  políticas públicas que resultassem em melhores indicadores sociais. 

  • Lessamatema

    Gostaria de saber qual é a representatividade das exportações de minério de ferro no PIB brasileiro, e qual o valor exportado para a China em 2010, para que eu pudesse estabelecer alguns dados pedagógicos em meu trabalho.
    Obrigado.
    Antonio Carlos Lessa
    Professor de Matemática

  • vaniragatuxa

    queria saber qual o valor exato do PIB do Brasil  hoje? e qual a sua posição em relação ao mundo e a América Latina??? e tb qual o valor do PIB mundial??? e e quais são os CINCO Países com o maior PIB do mundo??

    obg         vanira

    • abreugabriel

      O PIB do brasil é de 14 bilhões de dólares.

  • Ederponcepereira

    nao fala nadaaa

  • Naiara

    queria saber qual o valor exato do PIB do Brasil  hoje? e qual a sua posição em relação ao mundo e a América Latina??? e tb qual o valor do PIB mundial??? e e quais são os CINCO Países com o maior PIB do mundo??

    obg

  • Doriberguazzelli

    Afirmo sob minha responsabilidade de observador que acompanha a evolução da economia mundial que, em quinze anos, no máxinmo, o Brasil será a segunda economia do mundo, e o primeiro em renda per capita.
    Doríber Guaszzelli – Vacaria/Rs.

    • Isso é praticamente impossível, o Brasil precisa de muito para avançar na economia, e mesmo que chegasse como estariam as condições sociais?

  • Juradecanoa

    CADÊ O RANKING DA EDUCAÇÃOOOOOOOOOOOO EDUCAÇÃO  E EDUCAÇÃO????

  • Joelluisvillela

    Todos nós sabemos das melhorias de nosso pib , mas nada adianta se não melhorarmos a educação de nossos jovens , investindo na educação de todos brasileiros , eliminando ao máximo as corrupções de nossos políticos , investindo na saúde , assim teremos um Brasil mais humano onde todos nós gloriaremos por morarmos nele , uma terra de vários climas , abençoado por Deus , vamos fazer nossa parte sendo correto , honesto , cumprindo nossas obrigações e sempre votarmos com conciência para mudarmos o destino da nação …    Joel  17/ 01/ 2011

  • Joelluisvillela

    Todos nós sabemos das melhorias de nosso pib , mas nada adianta se não melhorarmos a educação de nossos jovens , investindo na educação de todos brasileiros , eliminando ao máximo as corrupções de nossos políticos , investindo na saúde , assim teremos um Brasil mais humano onde todos nós gloriaremos por morarmos nele , uma terra de vários climas , abençoado por Deus , vamos fazer nossa parte sendo correto , honesto , cumprindo nossas obrigações e sempre votarmos com conciência para mudarmos o destino da nação …    Joel  17/ 01/ 2011

  • Joelluisvillela

    Todos nós sabemos das melhorias de nosso pib , mas nada adianta se não melhorarmos a educação de nossos jovens , investindo na educação de todos brasileiros , eliminando ao máximo as corrupções de nossos políticos , investindo na saúde , assim teremos um Brasil mais humano onde todos nós gloriaremos por morarmos nele , uma terra de vários climas , abençoado por Deus , vamos fazer nossa parte sendo correto , honesto , cumprindo nossas obrigações e sempre votarmos com conciência para mudarmos o destino da nação …

  • Joelluisvillela

    Todos nós sabemos das melhorias de nosso pib , mas nada adianta se não melhorarmos a educação de nossos jovens , investindo na educação de todos brasileiros , eliminando ao máximo as corrupções de nossos políticos , investindo na saúde , assim teremos um Brasil mais humano onde todos nós gloriaremos por morarmos nele , uma terra de vários climas , abençoado por Deus , vamos fazer nossa parte sendo correto , honesto , cumprindo nossas obrigações e sempre votarmos com conciência para mudarmos o destino da nação …

  • Gibituverava

    O  Brasil é um país rico, porém, com muitos pobres.l A pior divisão de renda do mundo, as maiores taxas de juros, o  nosso IHD equipara-se a países africanos, concentração de renda e paraíso dos banqueiros, aqui o capital  especulativo ganha muito. Nossos políticos são os mais caros do mundo, a currupção assola o pais, e  não existe politica de combate as drogas que está destruindo nossa juventude.Aqui predomina o individualismo, a falta de solidariedade, o salve-se quem puder.

    • Pvictorsouza

      IHD? Eh IDH amigo, e o IDH brasileiro equipara-se a paises desenvolvidos como Estados Unidos (IDH brasileiro = 0,800)

    • Cgomidi1965

      Não seu petista, informe a verdade: nosso PIB em 2010 era 0,699 passou em 2011 para 0,718 o que nos coloca na 84ª posição entre 187 países. Soh estamos bem nas estatísticas mentirosas do velhaco barbudo e da gerentona.

    • Sara

      Ah, mas cale essa boca, nao vem com esse papinho de norte americana mal comida, garanto q vc é conta fake de algum salafrário da rede globo ¬¬

  • kayo

    o brasil agora e a sexto pib do mundo

  • ANTONIO CARLOS GUIMA

    ANUNCIADO QUE SOMOS O 6°PIB MUNDIAL, SUPERANDO O REINO UNIDO.

    MARAVILHA

    A VERGONHA É QUE SOMOS O 84º IDH

    CHILE 44, ARGENTINA 45, URUGUAI 48.

    ISSO REFLE O NÍVEL DE POLÍTICOS E GOVERNANTES QUE POSSUÍMOS

    VERGONHA

  • A e mais o Brasil agora é a sexta potencia mumdia =D =D

  • pessoal so tenho 10 anos! mas sempre mim admirei pelo desemvolvimento humano e sempre desejei o brasil no ranking 1° mas isso não importa! oque interessa é que o brasil creça muito rapido

  • Ana Laura

    Ei, só um toque, hoje o Brasil é a sexta potência mundial, ele ultrapassou a Itália já faz um tempinho e passamos o Reino Unido recentemente, atualize seus gráficos!

  • daniel

    Por que pararam de postar comentários?

  • roger

    o dia que construirmos uma nuclear começaremos ainvcomadar certas nações

    dinheiroéótimo poder bélico melhor ainda nisso estamos longe.

  • paulo

    Só falta agora o brasil se tornar uma super potencia militar, como a china, como:misseis e foguetes de ataque de longo alcance e armas climaticas, para substituir as armas nucleares, tanto para a marinha o exercito e a aeronautica. assim o brasil seria mais respeitado

    • roger

      concordo brasil precisa se tornar uma potencia bélica caso contrário estaremos sempre a merce do imperador domundo, aquele que diz oque é certoe é errado vcs sabem

      • ythallo

        olha….. se o brasil tornar-se uma potencia belica….. vai concerteza gerar problemas sociais com países como EUA, CN, JP e até mesmo a ARG….. não devemos fazer isso….. não estamos tão desarmados assim…

  • Paulo Portilho

    Me parece que o Brasil já passou a Itália no ranking…..

  • erica

    obg pela materia inclua mais graficos pf eua de preferencia srrsrsrs

  • erica

    como sabemos o brasil ainda a muito a evoluir infelizmente nossa politica nao nos deixa avançar pelo simples fato da plitica querer ter um estado de dependencia com o povo exbolsa familia mais mudando de assunto se acreditarmos e fazermos algo talvez um dia o brasil mude para melhor

  • Edson

    Bom dia

    O Brasil já é o sétimo país mais rico do mundo. Enquanto isto a China busca por mais dez anos, superar os Estados Unidos da América, com um PIB superior.

  • Pedro

    Estar desatualizado, hoje Brasil é o 7 já ultrapassou a Itália

  • SADDAM ABDALLA HUSSE

    Apesar de eu haver estudando em cinco universidades Canadenses, havendo me

    formado em duas delas, não sou portador de diploma de Ciências Econômicas. No

    entanto, parece-me que as estatísticas referentes ao PIB não refletem a qualidade

    de vida de milhões de Brasileiros que continuam existindo à margem do sistema

    econômica, do qual apenas uma minoria realmente se beneficia em termos de

    assistência médica, moradia, qualidade de vida de um modo geral. Por quê?

    Simplesmente porque o critério usado pelos Economistas para se chegar àquilo

    denominado PIB é o seguinte: pega-se o total de tudo que foi produzido no país

    durante doze meses, mais aqui a que se dá o nome de serviço, e divide-se isso

    pelo total da população, chegando-se a uma média salarial. Ou seja: num país

    de enormes distâncias sócio-econômicas, o PIB não serve mesmo de termômetro

    para se aferir como vive a maioria do povo Brasileiro.

  • Essa discussão sobre PIB é muito interessante, porque estimula o debate e desperta a ira de pessoas de países desenvolvidos que não aceitam os fatos novos: países tidos como inferiores se tornam potências. Vejamos o caso do Brasil, que em 2010 tinha um PIB de R$3,675 trilhões (Fonte IBGE). Se considerarmos o câmbio de hoje, US$1.00=R$1,57, o PIB brasileiro seria de US$2,34 trilhões aproximadamente, colocando o Brasil, hoje, como a sétima economia do mundo, muito próxima à do Reino Unido, US$2.395 trilhões, e França, US$2.591 trilhões, segundo dados do FMI/Banco Mundial. Mas se considerarmos que o crescimento do Brasil, estimado para este ano de 4,5% e 5 a 6% nos próximos anos, e na convergência do valor do real em direção ao dolar, já em 2012 ultrapassaríamos a Alemanha, com um PIB de US$ 4.1 trilhões, o quarto maior do mundo, inferior apenas aos EUA, China e Japão, caso o real se iguale ao dólar, o que é possível devido à melhora dos nossos indicadores econômicos, o que atrai muito dólar. Resta esperar os relatórios do FMI, presidido por uma francesa, se admitirão que países como Alemanha, França e Reino Unido figurem em posições inferiores à do Brasil. Tem muito interesse geopolítico e militar para manter o Brasil na sétima posição. Vamos observar.

    • Ricardo Araúj

      Belo comentário com muito conteúdo … Parabéns mesmo !!!

    • Ricardo Araújo dos Santos

      Belo comentário com muito conteúdo … Parabéns mesmo !!!

      • Wanderley Pires Cunha

        Obrigado Ricardo, é bom participarmos dos debates, porque muita idéia pode ser trocada por meio da internet e desmentir assim muitos mitos, esses criados sempre por grupos de interesse que temem o avanço do Brasil, não como potência bélica mas como rival nos negócios,  como o que ocorreu com o debate sobre a Usina de Belo Monte, quando estudantes desmoralizaram os opositores leigos do projeto, que tentavam demonizar a futura Usina através de comercial da Globo. O que se observa hoje é uma feroz campanha, veiculada pelos diversos meios de comunicação e financiada por poderosos grupos estrangeiros, para se impedir o crescimento do Brasil, através da manchete mais frequente: “O Brasil vai crescer apenas 2% neste ano”, não importanto qual ano seja. Nós brasileiros não podemos esquecer que crescemos 7,5% em 2010, e que crescemos apenas 3% em 2011 porque houve uma invasão de importados que substituiram a produção local.  Este é o fato no qual a sociedade brasileira deveria focar, prestar mais atenção.  Só não crescemos mais porque importamos produtos que não precisamos e que são produzidos demais por países desenvolvidos cujos mercados estão saturados e muito enxutos, ou seja, muito mecanizados e sem necessidade de muitos trabalhadores e cujas sociedades são portadoras de uma doença grave: a baixa natalidade.  Assim, com mercado enxuto demais, ou seja, poucos empregados, e produção quase autômata e de alta produtividade, têm desesperadamente de achar quem compre: o melhor candidato é o Brasil, que transfere assim, seu crescimento para o exterior, porque a sociedade brasileira não sabe disso, sendo o Brasil ainda o Gigante adormecido.

    • Charlywar

      Wanderley, mesmo que gostando do comentario, eu discordo totalmente com suas conclusões por diversos motivos:
      1) O cambio do dia não é o melhor indicador para comparar economias – existem distorções cambiais produto da oferta e demanda da moeda que fazem ela valorizar ou desvalorizar sem realmente significar que a economia do pais creceu ou diminuiu. Por isso se utiliza o PPP (purchase power parity). Nesse caso, a taxa de cambio que devia ser usada estava mais perto de R$2/USD (em 2010).. colocando o PIB na faixa dos US$1,4 trilhões (apenas acima do Mexico na AL e com a 9-10ª posição mundial). É fato que hoje (Jun/2012) ja mudou o patamar de cambio para R$2,1/USD e é mais provavel que fique nessa faixa inclusive até R$2,30 em 2013.
      2) O crescimento do Brasil estava muito otimista para 2011 e 2012 porque o crescimento em 2010 tinha sido de 7,5% (ponto fora da curva) por motivos de distorção no mercado de consumo (não sustentavel, o que originou alta de inflação na que muitos acreditam seja maior ao 6,5% oficial). O pais continua enfrentando problemas estruturais mesmo quando comparado com outras economias da America Latina, como uma elevada e complexa tributação, uma pobre infraestrutura, uma mão de obra cara e pouco qualificada.. isto tira competitividade ao pais dificultando a exportação de produtos manufaturados e a propia venda no mercado interno. Os produtos feitos aqui são mais caros que os importados (mesmos com altas taxas de importação) por causa desses fatores (o conhecido “custo Brasil”). No longo prazo o crescimento é comprometido e o PIB é corridido (via recessão ou via desvalorização da moeda ou os dois). Ja estamos vivendo um pouco disso com crescimento de 2,7% em 2011 e talvez com menos de 2% em 2012. A causa do baixo crescimento é devido mais a fatores estruturais do Brasil que a crise internacional (este último é o fator citado com mais frequencia – é mais facil que reconhecer as coisas que estão mal aqui). Para comprovar isso, vemos que a maioria das economias emergentes (China, India, Mexico, Indonesia, Peru, Chile, inclusive a média no mundo) creceu mais que o Brasil em 2011 e continuará crescendo mais em 2012.
      3) A competitividade (e o crescimento dela) é um fator crítico para realmente se posicionar como uma economia evoluida. Paises como Coreia do Sul, Estados Unidos, Europa Occidental, e outros asiatos e inclusive alguns da America Latina como Mexico, tiveram um incremento na competitivade (valor gerado / num de trabalhadores empregados). No Brasil, a competitividade esta estagnada desde 1995. Pior ainda, se voce exclui o setor agropecuario, Brasil perdeu competividade em 80% da economia nos últimos 15 anos. Por isso que a industria tem dificuldades para crescer e esta investindo menos.
      Conclusão, se o Brasil não muda e investe em educação (investir não gastar) e infraestrutura, simplica o sistema tributario, diminui o gasto corrente do governo (massa salarial), diminui a tributação para os segmentos produtivos, etc… não vai continuar crescendo. O crescimento de 2004-2010 foi puxado pelo crescimento no consumo (liberação do credito) e alta no preço dos commodities (mais da metade das exportações do Brasil são materias primas) e não foi acompanhado pelo crescimento na industria e na competividade. Isto gerou uma alta no custo de vida no Brasil e agora que esta caindo na real, o pais não pode crescer somente a base de consumo e credito ja que isto gera uma bolha (ja vimos isso acontecer em mercados mais evoluidos). Este ponto era evidente em 2010 so que a maioria não queria enxergar.

  • RUDI GERMANO DOS SAN

    SOMENTE EM PARTICIPAR DAS GRANDES NAÇOES DO MUNDO JA' E' PARA OS BRASILEIROS MOTIVO DE GRANDE ALEGRIA SENDO QUE SEREMOS EM BREVE UMA SO' NAÇAO!!!

  • Marília

    Leandro!Muito obrigada por todas as informações,pois nunca entendi porque um país com tanta potência vive nessa desigualdade na qual presenciamos.

  • jacques

    Não importa a possição do pib brasileira nunca passaremos de um pais de terceiro mundo com esses, escrotos que são os politicos brasileiros. Corrupçao, falta de patriotismo essa escoria so pensa em si propria e o povo em sua maioria burro e negligente que tambem tem as mesmas qualidades dos politicos, por que faz por merecer. Não se constroi somente com palavras mas sim com atos, chega de tanta passividade temos que ser mais agressivos. O brasil tem é um bando de almofadinhas quando não é engravatado é com roupinhas apertadinha, desfilando de carro importado usando de uma falça educação. Brasil acima de tudo, deus patria e familia

    • Albertoantunesbh

      Alberto
      Todos nos sabemos que precisamos crescer em vários setores na educação, saude, saneamento básicos etc, mas não podemos ignorar que realmente houve algum crescemento, falta no povo brasileiro mais patriotismo e procurar mais informação e perceber que alguns paises como a china que é consederada hoje a segunda maior potencia o seu IDH é bem inferior ao Brasil. Devemos lutar por um país mais justo com uma melhor distribuição de renda e uma justiça acessivel a todos, mas não menospresarmos o que conquistamos.

  • Rodrigo De Filippo

    é interessante ver o quão próximo estamos de Itália e Reino Unido, e quão distantes estão Canadá e Rússia. Como numa corrida de Fórmula 1, o Brasil é parte efetiva do G8, e está próximo de consolidar essa posição, pois deverá ultrapassar a Itália ainda neste ano.

    Convido-os a uma análise complementar, comparando a evolução de cada país no endereço:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_pa%C3
    Alcançar a quinta posição no curto prazo depende de um tombo muito grande na economia francesa. Eu não torceria para isso, pois teria implicações mundiais. Melhor crescermos de maneira sustentada, devagar e respeitando o planeta e regras internacionais, algo que não interessa à China.

    Resta saber se teremos assento definitivo no G8 depois de passarmos a Itália. Sinceramente, não acredito, o G8 é uma panelinha euro-americana que só tolera a Rússia por causa das bombas atômicas. A China já é uma pedra no sapato deles, imaginem se vão nos aturar também. A reunião passará a ser uma cúpula entre União Européia e EUA. Com a Rússia, claro.

    Obrigado pelas informações, Leandro. Foram de grande ajuda.

    • Sara

      Achei a lista dos PIBs da wikipedia no mínimo mais sensata do que essa apresentadas pelo “Fundo Monetário Internacional”

  • claudio jaru rondoni

    site bom demais boa informação e atualisada…parabens…!

  • vitória lyz

    otíma matéria , com essas matérias posso sempre estar atualizada com o mercado exterior.

  • Muito boa a matéria!

    O Brasil não precisa ser o maior, o fato de estar entre um dos melhores já é motivante, considerando o crescimento rápido e não a melhor posição.

    Obrigado.

  • lourival

    Materia estimulante. Mais ainda, procuro a fonte de uma pesquisa sobre a queda do pib de alguns paises que tiveram pib em crescimento durante sete anos seguidos e a tal pesquisa afirma que paises, como a china, por exemplo, terão uma queda de tres anos seguidos, devido principalmente a queda de produtividade. Deu na CBN ou BandNews hoje. Há braços

  • A China está cada vez mais poderosa, e irá substituir a antiga União Soviética, preocupando a América do Norte e Europa.

  • Antonio Carlos Matos

    Muito gente falou em se preparar. Seria bom se começássemos pela língua portuguesa.

  • dan

    muito bom o q eu estava procurando

    valeu

  • rafael

    precisa crescer muito mais, pois temos potencial

  • Vale destacar que esses valores não representam como essa riqueza é distribuída no país. Algum de vocês se sente vivendo num dos 10 países mais ricos do mundo?

    Só PIB não significa muita coisa quando o governo é corrupto, não há segurança nem educação de qualidade, distribuição de renda é desigual, etc etc.

    • Jaime

      E em termos de politicos corruptos, qual a posição do Brasil?

  • izaquiel

    agora o brsil è a 7 economia do mundo

  • luiz fernando

    temos que nos preparar-mos para ocupar-mos os empregos que viram com as melhorias de nosso pais.

    • Alex

      Isso é verdade! Podemos começar pela gramática…

    • Daniel Rodrigues

      é, realmente o Brasil está com a economia além de aquecida, muito acelerada e isso vai se tornar um peso para os países super devenvolvidos como EUA. Pois futuramente com certeza estaremos muito mais desenvolvidos e isso nos trará consequências como quebra de alianças e com certeza os EUA vão nos incomodar, pois sempre se gabão de que mesmo estando com toda essa turbulência na economia que são sempre e serão líderes absolutos da economia mundial. Se eles serão líderes absolutos para sempre eu não sei, mas que outros países crescem aceleradamente como o nosso país eu tenho certeza e digo mais, o Brasil além de ter grandes aliados q contribuem para sua aceleração econômica não tem problemas com catastrofes naturais, o que se torna impossível de se afirmar a essas outras potências..

      Pesquisas já mostram o Brasil com a economia elevada em anos futuros, com isso temos mais chances de melhorar outras áreas de interesses internacionais como a nossa educação. O país tendo uma economia dessas fica impossível nos representar lá fora com uma educação precária, temos também que nos concientizar futuramentes em nossos representantes políticos, pois com o aumento de atividades de rentabilidade maior no país também aumentam as fraldes políticas e más grupos de representação de categorias como por exemplos esportes e turismos. O governo federal trem q se impor a esses representante e não se ausentar do país, por que muitas viajens internacionais para resolver problemas de outros países as vezes, abrem portas para que o prooblema se agrave aqui mesmo dentro de casa..

      Quero continuar vendo o país crescer não só desse jeito, mas com mais rítmo e força, e também saber que nós não temos que fazer o que outros países querem até por que nós também somos potências na economia, e se chegamos a esse patamar na economia podemos crescer também em outras áreas. Chega de se submeter a interesses de outras potências, agora temos que seguir em frente e bem de longe e de cima darmos um tchauzinho para nossos ex-comandantes mundiais, ou ex- potências mundias. Por que daqui pra frente nós também que daremos as regras para as também chamadas potências mundiais.

  • carlos moderoso

    Leandro,q passa? Os numeros estão desatualizados! Pode-se fazer debates sobre opinioes aqui publicadas? Ex.: Crescimento brasil…diplomacia correta e etc… grato.

    • Carlos, os números são referentes ao ano de 2010 e obtidos do site do Fundo Monetário Internacional, como já respondi em outro comentário. Confira você mesmo neste link.

      Sobre debates, este espaço está sempre aberto, desde que respeitadas as opiniões dos outros e também as regras do site.

  • Haha como sempre ótima matéria.

    Se me permite:

    – Para adicionar alguns dados; sabe-se que o Brasil no decorrer dos próximos 5 anos tende a tornar-se a 5ª Econômia mundial, ou seja, estaremos apenas atrás de Alemanha, Japão, China e EUA..

    Nesse cenário que nos espera, acredito que realmente sairemos da coadjuvância no mundo para algo, como aquilo que somos especialistas, a adiplomacia correta mundialmente conhecida.

    • ???

      esse é o PIB (produto interno bruto) ou seja é tudo que o país lucra, mas tbm temos as empresas internacionais que ganham boa parte do lucro ganhado, o nosso pnb (produto nacional bruto) não está entre os 10 melhores nem entre os 20 melhores, está na posição 50 ou se não me engano uma pouco acima então se nós ficarmos no 5° lugar no rank do PIB não vai importar muito se continuar assim vc vai ver que o nosso PNB não é igual ou superior ao PIB reflita sobre isso

  • mario jose

    È uma boa matéria para que muitos veja que é bom se preparar cada vêz mais, porque a tendência é que o brasil supere em pouco tempos outros países, e precisara de mais pessoas habilitadas em todas as áreas produtivas, quem acreditar certamente em breve poderá escolher os melhores postos de trabalho e salarios mais compensadores,sendo que isto já vem ocorrendo em alguns setores da economia.

  • Reginaldo j. da silv

    muito boa a materia, quero esta sempre atualizado
    obrigado.