Recordes no movimento em aeroportos

movimento de passageiros e carga nos aeroportos do BrasilJá vimos aqui no logística Descomplicada um panorama sobre o transporte aéreo no Brasil. Apesar das dificuldades e dos lentos avanços, os números têm batidos recorde, tanto em movimentação de passageiros quanto em número de aeronaves.

Em 2009, 8 meses apresentaram recordes históricos de movimentação de passageiros, com um deles quebrando o recorde histórico de passageiros transportados no período de 30 dias (dezembro de 2009 com 12.839.574 passageiros).

No número de pousos e decolagens, tivemos também 8 recordes mensais, e novamente o mês de dezembro de 2009 quebrou o recorde histórico, com 210.810 pousos e decolagens nos aeroportos país.

Confira os números mensais de 2009, fornecidos pela INFRAERO:

Mês Aeronaves Passageiros Carga (kg) Observação
Janeiro 179.113 10.408.914 71.786.631 Recorde mensal de passageiros
Fevereiro 165.228 8.188.672 70.592.991
Março 189.196 9.485.606 87.090.193 Recorde mensal de aeronaves
Abril 182.485 9.687.219 79.830.289
Maio 189.889 9.707.086 78.303.671 Recorde mensal de aeronaves
Junho 185.619 10.740.783 111.354.783 Recorde mensal de passageiros
Julho 197.436 11.762.565 85.886.601 Recorde mensal de aeronaves e passageiros
Agosto 199.232 10.429.934 96.333.554 Recorde mensal de aeronaves e passageiros
Setembro 190.722 11.051.769 94.680.133 Recorde mensal de aeronaves e passageiros
Outubro 199.718 12.282.221 112.395.963 Recorde mensal de aeronaves e passageiros
Novembro 201.502 11.551.273 111.068.369 Recorde mensal de aeronaves e passageiros
Dezembro 210.810 12.839.574 115.431.077 Recorde histórico de aeronaves e passageiros

Além disso, os dados recém publicados também pela INFRAERO apontam novos recordes no número de pousos e decolagens, número de passageiros e carga, tanto em janeiro quanto em fevereiro. Os dados podem ser obtidos através deste link.

Estes números significam que enquanto não houver um investimento sério, uma reformulação do modelo aéreo utilizado no Brasil (dependência de poucos aeroportos para o transporte doméstico, como vimos na outra matéria) e o aumento da concorrência, o brasileiro continuará enfrentando filas, atrasos e cancelamentos, além de não poder desfrutar de preços mais baixos.

Temos diversas promessas, incluindo obras do PAC I e II, e realmente precisamos melhorar para poder receber as Olimpíadas e a Copa do Mundo de Futebol.

Qual a sua experiência em aeroportos? O aeroporto de sua cidade é exceção à regra e apresenta serviço de qualidade? Deixe um comentário!

Gostou dessa matéria? Doe qualquer valor e ajude a manter o Logística Descomplicada gratuito:

Leandro C. Coelho, Ph.D., é Professor de Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos na Université Laval, Québec, Canadá. Conheça mais no menu Sobre (acima).