previsão de demanda

Gestão e previsão da demanda

Gestão e previsão da demanda

Todos os principais problemas na gestão de estoques decorre de falhas na gestão e previsão da demanda. Um dos mais graves problemas em gestão de…
O que é Gestão de Estoques?

O que é Gestão de Estoques?

Gestão de estoques, no contexto de uma indústria, normalmente se refere à gestão dos recursos materiais que podem ajudar a organização a gerar receita no…

Curso de MPR – Master Planning of Resources

Objetivo : Abordar os ciclos do planejamento estratégico e seus conceitos, desde o gerenciamento da demanda e suas previsões, o planejamento dos volumes de produção (SROP), do mix de produtos (MPS) e sua distribuição (DRP), e a validação destes planos contra a capacidade instalada nos vários ambientes industriais.

Benefício : Mostrar a importância do planejamento ao longo e médio prazo e sua formalização, para o sucesso da empresa.

Público – alvo : Profissionais da área de logística, comercial, industrial e consultores que suportam a implantação de sistemas ao processos nesta área.

Curso básico de Supply Chain Management

Objetivo : Introdução aos conceitos de Gestão da cadeia de suprimentos e de Gestão de Materiais. Visão geral das técnicas e metodologias de planejamento e controle dos recursos nos processos industriais, gestão dos estoques, qualidade e noções de Just in Time

Benefício : Adquirir uma visão geral dos diversos componentes do processo de gestão de recursos, e de como as diversas áreas da empresa devem atuar de maneira integrada para aumentar a competitividade da empresa.

Público-alvo : Profissionais das áreas de Planejamento, Manufatura, Compras, Distribuição, Comércio Internacional, transporte Aéreo, Marítimo, logística, Vendas e Consultores que suportam a implantação de sistemas e processos nestas áreas. Indicado também para as chefias de todas as áreas da empresa.

Curso: gestão de estoques

Não poderia faltar um curso sobre gestão de estoques.

Este curso visa preparar os participantes para a utilização das técnicas de gestão de estoque. – Viabilizar uma gestão de estoque eficaz. – Habilitar os participantes na utilização de técnicas de previsão de demanda. – Viabilizar a correção antecipada de variações do consumo em função do aumento de utilização. – Estruturar as áreas de padronização de materiais por intermédio de procedimento matemático. – Permitir avaliação do desempenho e da performance das áreas de gestão de materiais.

Após este treinamento, o participante estará apto para efetuar a minimização de erros de previsão, permitir reduções de estoques, economia pela redução de número de itens, avaliação de desempenho e performance da gestão e saneamento de estoques.

Assuntos que serão abordados neste curso:

Utilizando modelos de previsão de demanda

artigo publicado na IX Semana de Engenharia de Produção Sul-Americana (SEPROSUL), no Uruguai, em novembro de 2009:

Modelos de previsão de demanda para erva mate: um estudo de caso

Autores: Éprevisão de demandadio Polacinski, Leandro Callegari Coelho, Rodrigo Gabriel de Miranda, Alice França de Abreu.

Em face de economia atual, ser caracterizada pela alta competitividade, todas as organizações se vêem cada vez mais pressionadas a desenvolver estratégias para responder as exigências do mercado. Neste sentido, o presente artigo através de uma pesquisa de natureza quantitativa, classificada também como descritiva, bem como exploratória, e que utilizou para o desenvolvimento de seu processo a técnica do estudo de caso, coletou as informações necessárias para desenvolver um modelo de previsão para vendas de erva mate, para uma Micro e Pequena Empresa (MPE), que adota como estratégia para responder as exigências do mercado, as técnicas de previsão de demanda. O estudo apresenta as possibilidades oferecidas pelos diferentes modelos de previsão, permitindo estimar o comportamento da demanda de erva mate para o mercado de atuação da MPE, onde foram analisadas tendências, ciclos e sazonalidade dos dados coletados, no período de 1999 a 2008. Das técnicas de previsão utilizadas, definiu-se o modelo de suavização exponencial como mais apropriado para definir a demanda de erva mate para 2009. Com o modelo proposto, conforme a direção da MPE, destaca-se que até o mês de junho, deste ano, as previsões teriam sido bastante acuradas, confirmando a expectativa do bom desempenho do modelo.