Tamanho do pedido, quantidades de entregas e o relacionamento com o cliente

Neste artigo discutiremos os pontos de vistas de fornecedores e clientes no que toca o tamanho dos pedidos e as quantidades de entregas, e como isso influencia a relação entre compradores e vendedores.

De maneira geral, os fornecedores querem entregar lotes cada vez maiores: assim vendem mais e conseguem eficiência no transporte. Para o fornecedor que paga pelo transporte é melhor entregar 1000 unidades uma vez por mês do que 500 unidades fazendo duas viagens mensais (desconsiderando as necessidades do processo produtivo).

Por outro lado, o cliente prefere receber pequenos lotes: mantém baixos os gastos em produtos estocados, não prejudica o fluxo de caixa e precisa de pouco espaço para armazenagem.

Em termos técnicos, estamos tratando do drop size, que é a quantidade que o fornecedor entrega para cada cliente – ou a quantidade total vendida dividida pelo número de entregas realizadas. Se você trabalha num distribuidor, sua empresa deve querer manter um drop size elevado. Este é um indicador importante, pois ele influi fortemente no custo logístico. Diferentes segmentos apresentam diferentes drop sizes. Imagine os Correios entregando as correspondências: o número de entregas é altíssimo, e pra isso precisa ter muitos transportadores, ou carteiros.

O drop size é influenciado pela relação entre fornecedor x cliente através do tamanho dos lotes negociados para entregas. E aí chegamos na questão do relacionamento com o cliente. Toda a cadeia de suprimentos está voltada a entregar valor para o cliente final (nós, os consumidores). Através da análise do fluxo de informações e mantendo o fluxo de produtos em níveis corretos, é possível garantir que o produto desejado pelo consumidor final estará disponível quando ele precisar. Esta é a filosofia do ECR (Efficient Consumer Response) ou Resposta Eficiente ao Consumidor.

O sistema ECR é uma estratégia adotada por grandes empresas preocupadas em manter uma boa relação com seus consumidores, especialmente pelos grandes supermercados, que visa oferecer estoques dos produtos desejados, melhora no tempo e no custo de reposição, uso eficiente de promoções, introdução de novos produtos, etc.

Existem associações em diversos países dedicadas ao ECR, e no Brasil o site da ECR Brasil é http://www.ecrbrasil.com.br.

Como sua empresa gerencia o tamanho dos lotes? Consegue negociar com o fornecedor/cliente?

Quais outros tipos de soluções ECR você conhece?

Gostou dessa matéria? Doe qualquer valor e ajude a manter o Logística Descomplicada gratuito:

Leandro C. Coelho, Ph.D., é Professor de Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos na Université Laval, Québec, Canadá. Conheça mais no menu Sobre (acima).