Um mega projeto de engenharia e logística – a Artéria Central de Boston

mudança no trânsito da artéria central boston

(Veja também os vídeos relacionados à esta obra com link no final desta matéria)

A cidade de Boston, Estados Unidos, com mais de 6 milhões de pessoas em sua região metropolitana, passou por uma obra digna de ser chamada de mega projeto.

A principal rodovia interestadual que passa pelo coração de Boston estava congestionada, pois acumulava os tráfegos da própria rodovia e do fluxo urbano que diariamente precisava se deslocar do sul para o norte da cidade. Os congestionamentos estavam chegando a 14 horas por dia, na década de 80. Decidiu-se reformular o tráfego, mas era impossível fechar a estrada enquanto as obras eram feitas, então algo inovador precisou ser feito.

Obras pequenas para tentar remediar um problema maior já são feitas em diversas cidades, como reformas em sistemas de transporte coletivo, incentivo ao uso dos mesmos, construção de novas linhas de metrôs e até mesmo a implantação de um sistema de bicicletas públicas. Neste caso, precisava-se de algo muito maior.

A obra que ficou conhecida como “Big Dig” (Grande Escavação), é a Artéria Central de Boston. Para não fechar a rodovia enquanto as obras eram feitas, decidiram que a nova estrada seria feita subterrânea, um conjunto de túneis de quase 6 km de extensão. O projeto também envolveu a criação de um segundo túnel para dividir o tráfego que passava pela rodovia, mas que iria ao aeroporto da cidade, que precisava utilizar a rodovia,  único acesso para o importante aeroporto. Isto envolveu fazer túneis com 10 pistas abaixo do porto da cidade.

mudança no transito - tunel arteria central bostonA quantidade de soluções inéditas adotadas pelos engenheiros para conseguir realizar esta obra e aliviar o tráfego urbano parece coisa de filme de ficção científica: chegaram a congelar a terra úmida abaixo de trilhos, criando o “maior iceberg já feito pelo homem”, para tornar o chão duro o suficiente para suportar o peso das máquinas. No auge das construções, 4500 pessoas trabalhavam no subterrâneo da cidade de Boston.

O projeto foi orçado em 2,8 bilhões de dólares em 1982 (equivalente a aproximadamente 6 bilhões de dólares nos dias atuais) acabou custando 22 bilhões de dólares. Por mais de 10 anos ocorreram contratempos e tragédias, que custaram vidas e alguns bilhões de dólares a mais do que o orçado, além de atrasos no cronograma.

Evidentemente que uma obra deste porte transforma a vida de uma cidade por muitas décadas. É preciso coragem para iniciar projetos desta magnitude além de força política e econômica. No entanto, este exemplo mostra que é possível mudar, não ficando apenas conformados com a triste realidade dos grandes aglomerados urbanos.

O que achou desta obra? Quais cidades poderiam se beneficiar de algo deste porte no Brasil? Deixe seu comentário abaixo.

Para mais detalhes e informações sobre esta importante obra de engenharia e logística, veja os vídeos sobre a Artéria Central de Boston parte 1 e parte 2.

Gostou dessa matéria? Doe qualquer valor e ajude a manter o Logística Descomplicada gratuito:

Leandro C. Coelho, Ph.D., é Professor de Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos na Université Laval, Québec, Canadá. Conheça mais no menu Sobre (acima).

  • Esdras de Farias

    Essas megas estruturas se engrandece, fortalecendo a concretização dos sonhos do homem. a busca incessante por soluções em uma cidade como essa americana, alavanca o poderio da ordem pública envaidecendo progressivamente o povo americano no âmbito econômico e intelectual. USA, para muitos, essa é a sigla do sucesso!

  • Rosângela Silv

    Olá Leandro, boa tarde, acabei de conhecer um pouco dessa página e achei ótima, realmente precisamos de informação sobre logística e essa reportagem sobre o mega projeto em Boston, me lembra a construção do aeroporto de Hong kong que envolveu quatro modais da logística para acontecer. Muito bom mesmo. Parabéns!

  • ADEMILTON FERREIRA

    Materia incrivel, que mostra como a engenharia e a logistica podem desenvolver coisas fantasticas. No brasil isso poderia se feito nos grandes centros urbanos, mas haveria uma resistencia por parte do governo,por conta das verbas e do caos que causariam. entao resta apenas a esperança que um dia aconteça uma obra dessa.

    eu gostaria de sugerir ao site que mostrasse algumas materias sobre a logistica nos emirados arabes.

    parabens pelo post!

  • marcio mescla

    Boa noite: por alguns minutos eu achei que estsva lendo algum livro de ficção. no E.S em vitoria poderia ter uma obra desta mas, como eu estou no BRASIL isto e fora da relidade. mas um dia agente chega lá…. principalmente em S.P.

    boa matéria……

  • Cintia

    é bonito de ver que esse tipo de remediação do caos urbano é possível, mas não consigo enxergar uma obra desse nível sendo feita no Brasil enquanto tivermos problemas econômicos e políticos tão graves quanto os atuais.

  • sempre vai se comentar que o Brasil não tem condições para executar uma obra deste porte.Quanto.. que cidades merecem? Se tratando de Brasil, não só existe Rio e São Paulo todas as regiões merecem o respeito de todos aqueles que se diz Brasileiro.

  • Rafael Loureiro

    Um otimo exemplo de que nao existe impossivel para as soluções do transito.Mas podemos visualizar essa mesma realidade dentro da tecnologia aplicada a logistica, se pararmos pra pensar existe muita coisa a ser feita e digo que algums ideias hoje podem paracer absurdas ou algo impossivel de se fazer, mas estudando mais afundo e fazendo estudos em laboratorios podemos chegar a incriveis solucoes para a logistica no que tange o meio ambeinte e a reducao de custos.Ampliando de forma siginificativa nossos horizontes.

  • Max Vidal

    Olá,

    Excelente matéria. Podermos perceber que obras deste porte são realidade, ou seja, não estão somente nas telas de cinema. Porém e bastante desconfortante saber que aqui no Brasil onde hoje vivemos um "cals" urbano nos grandes centros brasileiros, obras deste porte nem se quer no papel existem, quanto mais o seu desenvolvimento.

    As eleições estão chegando, sendo agora um excelente momento para anlisarmos que propostas os candidatos possuiem para este setor.

  • Márcia

    Olá, muito boa a matéria, parabéns.

    Penso que não só grandes cidades como São Paulo e Rio precisam de uma obra de engenharia dessa envergadura, também Florianóplis está com grandes problemas urbanísticos.

  • Pingback: Vídeo sobre a Artéria Central de Boston – parte 1 « Logística Descomplicada()