Brasil torna-se a 6a potência econômica (ranking do PIB mundial)

Brasil torna-se a 6a potência econômica (ranking do PIB mundial)

ATUALIZAÇÃO: Leia o artigo

Brasil: 6ª potência econômica no ranking do PIB mundial

 

Dados de 2011 mostram que o Brasil ultrapassou o Reino Unido e ocupa atualmente a sexta posição no ranking das maiores potências econômicas no mundo. Os dados são do Centro de Pesquisa Econômica e de Negócios (CEBR, na sigla em inglês) e foram publicados na imprensa britânica em 26 de dezembro de 2011.

O Reino Unido, assim como toda a Europa, encontra-se em crise e nos próximos anos deverá perder posições para a Rússia e a Índia.

pib brasilNa imprensa européia, o Brasil, cuja imagem está mais frequentemente associada ao “futebol e às favelas sujas e pobres, está se tornando rapidamente uma das locomotivas da economia global” com seus vastos estoques de recursos naturais e classe média em ascensão.

– O Brasil tem batido os países europeus no futebol por um longo tempo, mas batê-los na economia é um fenômeno novo – comparou Douglas McWilliams, CEO do CEBR.

Veja a lista dos 10 maiores países em relação ao seu PIB, de acordo com o CEBR (2011).

[table id=44 /]

Em 2010, o Brasil foi a sétima maior economia do mundo. Para 2012, o BC estima um crescimento de 3,5%, enquanto o ministro da Fazenda prevê uma expansão entre 4% e 5%. De acordo com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, O Brasil fechará 2011 como o sexto maior PIB mundial, com US$ 2,4 bilhões.

A posição do Brasil é destacada pelo vasto potencial de exploração de recursos naturais, incluindo ouro e prata, além do petróleo no mar e minerais na Amazônia. A posição do Brasil também tem vantagens quando comparado com a China. A situação política estável é atrativa para os investidores. A democracia que foi ganha com muita luta oferece a tranquilidade para os investidores externos de que essa situação não deverá se reverter. Ao contrário da China, o Brasil é uma democracia que chama a atenção dos investidores. É improvável que ocorram no Brasil movimentos sociais violentos contra o governo, o que é provável que ocorra na China a qualquer momento.

No entanto, ter o sexto maior PIB do planeta não significa muito quando toda esta riqueza deve ser dividida entre uma população muito maior que nos países europeus, e pior ainda, quando a divisão é uma das mais desiguais do mundo.

A economia em ascenção deve ser acompanhada de reformas políticas e sociais, para que a população possa se beneficiar desta vitória econômica.

Gostou dessa matéria? Doe qualquer valor e ajude a manter o Logística Descomplicada gratuito:

Leandro C. Coelho, Ph.D., é Professor de Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos na Université Laval, Québec, Canadá. Conheça mais no menu Sobre (acima).