Carreira

Profissão logística: entrevista com professor de graduação e especialização

Temos visto ao longo da série de matérias sobre carreira e profissão em logística que a experiência e o ensino formal fazem diferença para o sucesso profissional, com vários entrevistados dando ênfase às pós-graduações e à leitura de textos especializados. Esta é a visão que o mercado tem, aquilo que você precisa fazer para conseguir entrar nesta área. Mas você já parou para pensar como os professores vêem os alunos de logística?

Apresentamos hoje uma entrevista com o Professor Neimar Follmann. Dentre outros assuntos, discutimos o papel da logística nas empresas, o foco em redução de custos e qual o papel dos estudantes de logística neste cenário. Veja como alguns alunos superam as dificuldades e quais as técnicas que ajudam a obter sucesso, além das opiniões do Professor Follmann sobre nossa área.

O Professor Follmann trabalha principalmente em cursos de especialização em disciplinas relacionadas à logística, como logística empresarial, Gestão de Estoques e Tecnologias Aplicadas à Logística. Também já trabalhou em cursos de graduação e nos chamados sequenciais. “Procuro sempre aliar teoria e prática, seja com exemplos ou incentivando os alunos a participar com sua vivência”, diz o Professor Follmann, pois “isto é possível porque minhas turmas, até o momento sempre foram de pessoas que trabalham durante o dia e estudam a noite. Esta é uma grande vantagem deste tipo de aluno, possuem experiência para discutir os temas a partir da sua realidade”.

Confira a entrevista na íntegra:

Carreira
Você fez faculdade, mas o mercado exige experiência – como equilibrar a equação?

Você fez faculdade, mas o mercado exige experiência – como equilibrar a equação?

A situação é uma verdadeira faca de 2 gumes: por um lado, você se esforçou nos estudos e concluiu os cursos adequados; por outro, o mercado exige experiência e não enxerga o seu potencial.

estudos-ou-experienciaMuitos profissionais que terminam a faculdade sem ter feito um estágio encontram certa dificuldade na hora de procurar um emprego. Além dos cursos, o mercado exige experiência, ao menos através de estágios. Por isso eles são tão importantes no processo de formação do profissional, e muitos cursos de graduação colocam o estágio como obrigatório, pois mostram ao aluno a realidade de uma empresa, como as coisas funcionam na prática, e muitas vezes como as coisas que ele viu na teoria não funcionam na prática – dentro da empresa há diferentes interesses, outras prioridades e variáveis sem fim para “bagunçar” a teoria pura e simples ensinada nos bancos escolares.

Vamos começar vendo a situação da empresa: ela quer garantias de que o futuro contratado sabe fazer na prática aquilo que ele deveria ter aprendido.

Para jovens, programa de trainee é fundamental para a carreira

carreira profissional trainee estágioOs programas de trainee passaram a entrar na mira dos jovens que planejam uma colocação no mercado de trabalho. Uma pesquisa realizada pela agência Namosca, especializada em marketing jovem, apontou que 46% desse público avalia como fundamental a experiência de ser trainee.

“Para os jovens, trabalhar em uma grande empresa é sinônimo de status e essa faixa etária dá muito valor à imagem”, conta o sócio da agência, Marcos Calliari. Segundo ele, um jovem chega a participar em média de sete processos seletivos de trainee durante o mesmo ano.

Com o final do ano batendo à porta, esse público já se prepara para alcançar novas oportunidades. Nesse período, por exemplo, mais de 120 empresas abrem vagas para estudantes universitários.

Anseios
O apetite profissional desses jovens não se limita apenas a passar por uma posição de trainee em uma empresa. Eles querem mais. Conforme o estudo, 65% deles, com idades entre 18 e 25 anos, querem atuar em uma empresa sólida com uma marca conceituada no mercado.

O que faz um despachante aduaneiro? Profissões na área de logística e comércio exterior (comex)

comércio exterior - despachante aduaneiroContinuando com nossa série sobre carreira e profissão em logística, chegou a hora de abordarmos a logística internacional e o profissional mais envolvido com este negócio: o despachante aduaneiro, profissional da área de logística e comércio exterior responsável por fazer com que importações e exportações aconteçam da maneira eficaz, eficiente e rápida.

Apresentamos uma entrevista com Carlos Araújo, despachante aduaneiro e profissional da área de logística internacional. Ele é especializado na área de produtos perecíveis e atua nas decisões de escolha do transporte, suas características técnicas e procedimentos alfandegários. Dentre outras informações valiosas, ele destaca que o profissional dessa área precisa ter nível superior (por exigência do mercado), além de línguas estrangeiras, com obrigatoriedade para o inglês. Ele atua em Vitória no Espírito Santo, e ao longo da entrevista deu diversas informações sobre a carreira e o mercado em geral, além de dados específicos sobre a região.

Confira a íntegra da entrevista abaixo e não deixe de conferir todos os links inseridos no final da matéria.

Como destacar seu currículo e se sair bem em entrevistas (modelo de currículo para download)

Algumas dicas importantes para obter sucesso em uma entrevista além de um modelo de currículo disponível para download grátis

carreira curriculo logística download grátisSeu currículo é a primeira oportunidade que uma empresa tem de conhecer você. As informações mais relevantes sobre você e sua carreira estão lá. Caso seu CV seja bom o suficiente e adequado à necessidade da empresa, você será chamado para uma entrevista, onde além de confirmar as impressões que tiveram sobre você, os entrevistadores poderão conhecê-lo um pouco melhor e decidir se você será o felizardo a ser contratado.

Escrito assim, em um parágrafo, até parece fácil. Mas desde a elaboração do currículo até a maneira como você se porta na entrevista, tudo é repleto de detalhes que, quando somados, podem fazer a diferença a seu favor. Por isso, vamos detalhar alguns passos importantes para que você obtenha sucesso tanto na apresentação de seu currículo (veja modelo para download mais abaixo) quanto na entrevista.

Entrevista

O que faz o profissional na área de compras e suprimentos?

compras e suprimentos logísticaNa busca por ilustrar da melhor maneira possível as diferentes possibilidades profissionais para a área de logística, temos visto uma série de matérias sobre carreira e profissão. Dentre elas, entrevistamos profissionais da área para entender melhor a área, as responsabilidades e quais as sugestões que eles fazem para aqueles que desejem entrar nesse mercado.

Hoje entrevistaremos Israel Grüdtner, Engenheiro de Produção da Petrobras, atuando na área de Suprimentos. Ele tem experiência como analista de logística de uma grande rede de supermercados e já atuou como consultor e professor na área de sistemas de armazenagem e estoques. Israel é graduado em Engenharia de Produção Elétrica e possui mestrado em Engenharia de Produção na área de logística e transportes, ambos pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente cursa especialização em Administração de Empresas pelo ISAE/FGV.

Na entrevista ele destaca que o profissional de logística deve ter a visão sistêmica, analisando custos e processos. Ele destaca ainda que o profissional deve ter o CHA (se você não sabe o que é o CHA, leia a entrevista na íntegra abaixo e confira também a matéria O que você precisa saber para conseguir um estágio ou emprego onde este assunto é recorrente).

Tecnologia da Informação (TI) e logística – como funciona essa integração?

Tecnologia da informação aliada à logísticaUma das áreas que mais cresce dentro da logística é a Tecnologia de Informação (TI). Apesar do crescimento e da importância que a área tem para o bom funcinoamento dos sistemas logísticos integrados (como por exemplo os sistemas ERP), muitas pessoas ainda não conhecem como essa integração funciona, e qual o papel do profissional de TI dentro da logística.

Assim, no escopo da série de matérias sobre carreira e profissão, apresentamos hoje entrevista com um profissional do setor. Sandro Tavares é bacharel em ciências da computação e tem mestrado em engenharia de produção com foco em logística. Atua na área de TI e já ajudou grandes empresas a implantarem um sistema ERP, como na Portobello SA onde aplicou os conceitos de logística integrada a partir da área de TI. Por alguns anos Sandro Tavares foi consultor de projetos em logística na Bunge Alimentos, desenvolvendo projetos ligados à integração da cadeia logística da Bunge Alimentos com a da Bunge Fertilizantes, posteriormente atuando como coordenador de projetos na área de TI da empresa. Atualmente atua como gerente corporativo de TI na Tigre SA. Sandro também tem experiência como professor da área.

A entrevista é rica em informação e dicas de carreira, como a necessidade de se falar outros idiomas, a participação em redes sociais e networking.

Para aqueles que buscam informações sobre como a logística e a TI interagem, Sandro resume: “não existe logística sem TI”. Confira a entrevista na íntegra:

O que você precisa saber para conseguir um estágio ou emprego

procurando um estágio - como conseguirCom a proliferação dos cursos técnicos, tecnólogos e até mesmo alguns bacharelados específicos em logística, temos muitos estudantes nesta área. Claro que muitos deles (idealmente todos) irão ingressar no mercado de trabalho ainda durante seu curso, através de estágios. Nos próximos parágrafos você terá dicas e informações para conseguir seu primeiro estágio – ou melhorar o seu estágio atual.

O currículo

Seu currículo é a primeira e principal porta de entrada numa empresa. É através dele que as empresas decidirão se você será convidado a participar de uma entrevista ou não. Portanto, capriche no seu CV. No cabeçalho inclua seus dados pessoais e forma de contato (não se esqueça de incluir telefones e email).

Nos parágrafos seguintes

Rede de contatos ativa é networking eficaz

Networking - rede de contatosVocê já parou para pensar no peso que tem uma indicação de alguém que você confia? Seja na compra de um produto, sugestão de restaurante ou indicação de um médico, confiamos muito nas indicações que recebemos de nossos amigos.

O mesmo raciocínio é válido para uma indicação profissional. Imagine o peso que tem a indicação de um funcionário ao RH ou direção da empresa, sugerindo um nome para uma vaga recém aberta pela organização.

Por isso é importante manter sua rede de contatos sempre ativa, sabendo daquele novo curso que você fez, o diploma que recebeu ou (infelizmente) sua nova condição de desempregado. Uma rede de contatos ativa, a qual damos o nome de networking, é peça chave para o sucesso profissional.

Pesquisas mostram que de 50% a 70% das pessoas acharam seu último emprego através de networking

Pages