Geral

Sem categoria específica

Logística brasileira: qual nossa situação?

Há muitos anos ouvimos que o Brasil é o país do futuro, e ultimamente começamos a acreditar nisso, por conta de diversas conjecturas que colocam o Brasil em destaque no mundo. O carro-chefe desta atenção talvez seja o termo BRIC, que representa os 4 países em desenvolvimento que mais têm potencial (e mais tem crescido) no mundo: Brasil, Rússia, Índia e China. O termo foi usado pela primeira vez pelo banco de investimentos Goldman Sachs em 2001. Os BRIC reunem, além da economia em ascenção, mais de 40% da população mundial e aproximadamente 25% da área terrestre do planeta.

Vamos analisar mais de perto um pouco da logística do Brasil, e fazer uma comparação com os outros 3 competidores (sim, competimos num mercado global, então chamarei os outros países de competidores).

rodoviaFaremos uma análise da infra-estrutura viária do Brasil, e ver até que ponto podemos disputar mercado em questão de qualidade, custos e tempo com o resto do BRIC.

Rodovias

Todo estudante de logística sabe que no Brasil as rodovias têm papel de destaque no transporte de mercadorias, apesar da enorme costa e dos rios navegáveis. Este privilégio do modal rodoviário em detrimento aos outros modais data do início da república brasileira. Estudos colocam aproximadamente 60% das cargas nacionais sendo transportadas pelas rodovias. Isso é fato. Outro fato é que para percursos longos (acima de uns 150 km), as rodovias não são o meio de transporte mais adequado, perdendo em competitividade e custos para as ferrovias. Mas no Brasil tem caminhão rodando de norte à sul, mais de 3000 km…

E não pára por aí: apenas 11% das nossas estradas são pavimentadas. Pasmem, 11%. Temos aproximdamente 1,7 milhão de quilômetros de rodovias, e apenas uns 200 mil km pavimentados. E o resto do BRIC? A Rússia tem mais de 600 mil km de rodovias asfaltadas, enquanto Índia e China tem, cada uma, em torno de 1,5 milhão de km de rodovias asfaltadas. É como colocar asfalto em TODAS as rodovias brasileiras… Se quisermos comparar fora do BRIC, aí vira brincadeira: os EUA têm mais de 4 milhões de km de rodovias asfaltadas, mais do que a soma dos BRIC.

Atualizando…

Confira a seção leitura recomendada, com atualizações diárias (dias úteis) desde segunda-feira (16 de novembro), até 5 de dezembro. Tem também mais um vídeo na…

Seção: Leitura recomendada

Começando nesta segunda-feira, 16 de novembro, e durante 3 semanas, indicarei diariamente um livro relacionado à este blog. Confira o menu Leitura recomendada no topo…

Leitura recomendada

Começando nesta segunda-feira, 16 de novembro, e durante 3 semanas, indicarei diariamente  um livro relacionado à este blog. Confira! Todos os livros indicados são aqueles…

Dois rios, duas rotas, um cruzamento….

Essa é pra quem acha que já viu de tudo: na Alemanha, existe um cruzamento de dois rios, com tráfego em direção perpendicular um ao outro. Como? Um rio passa por cima do outro.

Normalmente vemos pontes para pedestres e automóveis passarem por cima de rios, mas por lá, resolveram fazer navios passarem por cima de rios também, em sua própria ponte.

Confira nas fotos abaixo!

Cruzamento de rios, Alemanha

A ponte tem 918 metros de extensão e foi finalizada em outubro de 2003, e está localizada na cidade alemã de Magdeburg.

A ponte tem amplo espaço para visitação do público, e inclui estacionamento e vias para pedestres e bicicletas. Placas informativas detalham a história e dão notícias da construção da ponte.

Confira mais fotos desta maravilha da engenharia e logística abaixo:

Novidades no blog

Acompanhe mais um vídeo postado na seção vídeos (acima). Semana que vem muitas novidades, novos artigos e eventos. Acompanhe!
Pages