Geral

Sem categoria específica

Logística nos esportes (Fórmula 1 – Ferrari)

Ferrari Fórmula 1 Logística de evento esportivoMotivado pelo sucesso da matéria sobre a Logística da Fórmula 1, hoje vou colocar mais informações sobre a F1, especificamente sobre a equipe Ferrari, por onde já passaram Rubinho Barrichello, Michael Schumacher e onde corre atualmente o brasileiro Felipe Massa.

Você sabe dizer, por exemplo, se a equipe viaja de volta para a Europa depois de uma corrida na Ásia, sabendo que haverá outra corrida naquele continente em 15 dias? Nesta matéria você descobrirá o que faz uma equipe de ponta como a Ferrari. Leia tudo a seguir:

A Fórmula 1 visitou no último final de semana a Coreia do Sul, numa estreia absoluta, visto que é a primeira vez que o país recebe uma corrida da F1 e o circuito teve obras até as vésperas da chegada dos carros.

A cidade mais próxima, Yeongam, nunca recebeu um evento internacional desta envergadura, o que fez a busca por acomodações para pilotos e equipes ainda mais complexa.

Logística das urnas para eleição – 2º turno das eleições no Brasil

urnas eletrônicas - eleições 2010Para que você possa chegar à sua seção eleitoral e digitar seus votos na urna eletrônica, muito trabalho foi feito nos dias anteriores. Mais de 400.000 urnas eletrônicas precisam estar disponíveis e funcionando no momento da votação.

Com algumas semanas de antecedência, os TREs enviam as urnas para os cartórios eleitorais, que atuam como depósitos centrais para algumas cidades. Assim as urnas já ficam mais próximas dos destinos. As urnas permanecem nos cartórios até a véspera das eleições, quando é feito o procedimento de carregamento dos dados (dos candidatos e eleitores), é posto um lacre e então elas são enviadas para as zonas eleitorais (sempre com a supervisão dos partidos políticos).

Depois de feito o procedimento de lacre é que começa a verdadeira corrida eleitoral, pois as urnas são levadas para os locais definitivos de votação. Alguns locais recebem urnas extras, para servirem de backup (substitutas) caso alguma urna apresente problemas.

Principais erros a serem evitados no estágio

estagiário erros a evitarConseguir um estágio é uma conquista e tanto para qualquer profissional em início de carreira. Contudo, passada a euforia, o estagiário precisa se assegurar de que não cometerá impropriedades no ambiente de trabalho que possam prejudicar seu desenvolvimento profissional e comprometer uma possível efetivação.

Para evitar tropeços graves, o estudante deve ter em mente que não é só porque é estagiário que tem o direito de cometer um erro atrás do outro e se comportar como se não precisasse ter responsabilidades. “Ao contrário, o estagiário já deve se comportar e se comprometer como um profissional”, reforça a gerente de treinamento do Nube, Carmen Alonso.

“Um estágio abre muitas portas, especialmente quando você mostra que tem opinião, conhecimento e vontade de crescer na profissão”, ressalta o consultor da Cia. de Talentos Vitor Pascoal.

Evite erros

Equívocos nos processos de trabalho são aceitáveis, já que o estágio tem como proposta justamente ensinar o estudante a prática da profissão que ele escolheu e estuda. Contudo, existem erros de conduta que, se cometidos, maculam a imagem do futuro profissional.

Geral
A ascensão da Classe C – classes sociais no Brasil

A ascensão da Classe C – classes sociais no Brasil

 

Existe uma atualização desta matéria em As classes sociais e a desigualdade no Brasil

distribuição de renda brasileira - classes sociaisHá algum tempo publiquei aqui no Logística Descomplicada a matéria O Brasil, suas classes sociais e a implicação na economia, e citei que com base em dados de 2008, a classificação de renda para a determinação das classes sociais, segungo a ABEP (Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa), estava assim dividida levando em consideração a Renda Total Familiar (por mês), considerando uma família de 4 pessoas:

– A1 com renda familiar acima de R$ 38.933,88

– A2 com renda até R$ 38.933,88

– B1 com renda de até R$ 26.254,92

– B2 com renda familiar até 13.917,44

– C1 com renda familiar até R$ 8.050,68

– C2 com renda de até 4.778,12

Diminuindo congestionamentos no trânsito com piloto automático (Google cria carro com piloto automático)

google cria carro sem motorista (piloto automático)O trânsito caótico das grandes cidades é em grande parte efeito do número desproporcional de veículos que trafegam nas ruas frente à capacidade das mesmas. Mas se todos os motoristas obedecessem as leis de trânsito a situação seria muito melhor: não parar em local proibido, não fazer retornos onde não pode, não querer furar sinal vermelho e ficar preso no meio do cruzamento, etc.

E se pudéssemos tirar os motoristas dessa equação, substituindo-os por robôs? É algo assim que uma equipe do Google está pensando.

As aplicações são imensas, pois você entraria no seu carro e ele iria sozinho até o destino: você pode tirar uma soneca, trabalhar, falar ao telefone com segurança… e se você precisasse ir ao destino só pra levar alguma encomenda? Uma caixa ou um documento? Deixe o carro ir e voltar sozinho, só precisa que alguém pegue a encomenda de dentro do carro (imagine serviços de tele-entrega)! Isso tudo não é sonho, e um protótipo já circula nas ruas da Califórnia, EUA.

O que falta para o real desenvolvimento do Brasil

o que falta para o desenvolvimento do BrasilJá discutimos como a qualificação profissional é importante para o sucesso na carreira; já abordamos também que questões estruturais precisam ser resolvidas se quisermos manter um crescimento sustentável de nossa economia e indústria. Mas o Brasil sofre com um problema ainda maior: o analfabetismo funcional.

Pelo menos 75% dos brasileiros não dominam a leitura, a escrita e a matemática. Isso se reflete não só no mercado de trabalho, mas na sociedade de maneira geral. Um candidato a Deputado Federal é alvo de investigações por suspeita de ser analfabeto (analfabetos não podem se candidatar), e ainda assim é o mais votado do Brasil. Isso mostra que o baixíssimo nível de escolaridade se reflete em outros analfabetismos, como o analfabetismo político. O palhaço Tiririca fez uma campanha baseada na piada, zoando o processo eleitoral e ainda consegue mais de 1,3 milhões de votos. Não é surpresa que partes do governo funcionem mal.

Para pôr o Brasil num novo patamar de desenvolvimento econômico e social, o presidente eleito terá que desatar os nós que ainda emperram o crescimento sustentado do país. Investir fortemente em educação, saúde e segurança, aprovar reformas essenciais no Congresso e resolver os gargalos na infraestrutura. Os problemas na área social, na economia e na política aparecem em estatísticas e análises de especialistas.

Superporto do Açu

superporto do açu - LLX - Eike BatistaUma das maiores obras de infraestrutura logística do Brasil está em andamento no norte do estado do Rio de Janeiro. Trata-se do Superporto do Açu, que por suas dimensões e ambições faz jus ao nome de “superporto”.

Resultado de um mega projeto do bilionário empresário Eike Batista e sua empresa de logística, o Superporto do Açu, localizado na pacata São João da Barra, contará com dez berços de atracação, sendo quatro para minério de ferro, dois para movimentação de petróleo, um para carvão e três para produtos siderúrgicos. Moderno, contará com uma profundidade de 18,5 metros (com planejamento para 21m em uma segunda fase), o superporto terá uma ponte de 2,9 km de extensão e permitirá a atracação de navios capesize (os maiores do mundo para transporte de carga geral) com capacidade de até 220.000 toneladas.

Geral
Pesquisa infraestrutura parte 3 – aeroportos brasileiros

Pesquisa infraestrutura parte 3 – aeroportos brasileiros

Numa série de 3 artigos destinados a infraestrutura brasileira, você conhecerá mais sobre as rodovias, os portos e os aeroportos do país. Informações sobre qualidade, tamanho, quantidade e outros dados relevantes serão apresentados sobre cada um dos modais de transporte avaliados. Ao final de cada artigo o autor também apresenta algumas curiosidades ou informações gerais sobre história, geografia e economia do Brasil. O primeiro artigo da série foi sobre os portos; o segundo tratou das rodovias e este será sobre os aeroportos.

 

aeroporto aviões logística infraestrutura brasilExistem cerca de 4000 aeroportos e aeródromos no Brasil, sendo 721 com pistas pavimentadas, incluindo as áreas de desembarque. O país tem o segundo maior número de aeroportos em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. O Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado nas proximidades de São Paulo, é o maior e mais movimentado aeroporto do país, grande parte dessa movimentação deve-se ao tráfego comercial e popular do país e ao fato de que o aeroporto liga São Paulo a praticamente todas as grandes cidades de todo o mundo. O Brasil tem 34 aeroportos internacionais e 2 464 aeroportos regionais.

Sorteio: credencial para fórum nacional de compras, negociação e sourcing

ATUALIZAÇÃO: Conforme previsto o sorteio foi realizado na sexta-feira 24 de setembro as 12h. O ganhador da credencial para o 7o Fórum Nacional de Compras, Negociação e Sourcing é Bruno Conrado. Ele foi contatado por email com instruções para o comparecimento no evento, gratuitamente. Parabéns ao Bruno e aguardem pela próxima promoção do site!

Em mais uma promoção do logística Descomplicada, vamos sortear uma credencial para o 7o Fórum Nacional de Compras, Negociação e Sourcing que ocorrerá nos dias 5 e 6 de outubro de 2010 em São Paulo, no Centro de eventos Panamby (CENESP). Este evento de alto nível de dois dias tem um custo por pessoa de R$ 990,00 mas você pode ter sua credencial gratuitamente!

Para participar basta deixar um comentário neste post dizendo que quer concorrer. Lembre-se de usar seu nome verdadeiro e que seu email é válido (ele não será publicado, mas é através dele que entraremos em contato). Todos os comentários estarão concorrendo, e você tem pouco tempo: o sorteio ocorrerá na 6a-feira dia 24 as 12h (de Brasília).

Geral
Pesquisa Infraestrutura parte 2: rodovias brasileiras

Pesquisa Infraestrutura parte 2: rodovias brasileiras

Numa série de 3 artigos destinados a infraestrutura brasileira, você conhecerá mais sobre as rodovias, os portos e os aeroportos do país. Informações sobre qualidade, tamanho, quantidade e outros dados relevantes serão apresentados sobre cada um dos modais de transporte avaliados. Ao final de cada artigo o autor também apresenta algumas curiosidades ou informações gerais sobre história, geografia e economia do Brasil. O primeiro artigo da série foi sobre os portos; este segundo trata das rodovias e o terceiro será sobre os aeroportos.

 

estradas rodovias Brasil - infraestruturaNa logística o transporte rodoviário é uma das áreas mais importantes. Segundo a COPPEAD (OCOPPEAD é o instituto de pós-graduação e pesquisa em Administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro), os custos com transporte chegam a 60% dos custos logísticos e a redução de custos nessa área é muito importante, pois corresponde em média a 20% do custo total das empresas.

Atualizando e relembrando alguns dados publicados aqui no Logística Descomplicada em artigo anterior, intitulado Infra-estrutura das rodovias no Brasil, o Brasil possui uma rede rodoviária de cerca de 1,8 milhões de quilômetros, sendo 96.353 km de rodovias pavimentadas (2004). As estradas são as principais transportadoras de carga e de passageiros no tráfego brasileiro. Os primeiros investimentos na infraestrutura rodoviária deram-se na década de 1920, no governo de Washington Luís, sendo prosseguidos no governo Vargas e Gaspar Dutra. O Presidente Juscelino Kubitschek (1956-1961), que concebeu e construiu a capital Brasília, foi outro incentivador de rodovias. Kubitscheck foi responsável pela instalação de grandes fabricantes de automóveis no país (Volkswagen, Ford e General Motors chegaram ao Brasil durante seu governo) e um dos pontos utilizados para atraí-los era, evidentemente, o apoio à construção de rodovias. Hoje, o país tem instalados em seu território outros grandes fabricantes de automóveis, como Fiat, Renault, Peugeot, Citroën, Chrysler, Mercedes-Benz, Hyundai e Toyota. O Brasil é o sétimo mais importante país da indústria automobilística.

Pages