Chico Anysio: um profissional completo

Chico Anysio: um profissional completo

Quem pensa que esse tema é uma mera homenagem e não tem nada a ver com os assuntos de trabalho, qualidade e sucesso profissional que abordamos diariamente, sobretudo com os atributos de um bom profissional da logística, não só está enganado como precisa ser um pouco Chico todos os dias.

Chico Anysio é uma grande figura da cultura nacional, sem dúvida. Revolucionou a forma de fazer humor na televisão, nos teatros e na vida. Quem não tem, entre os mais de 200 personagens próprios criados por ele, um que tenha participado de alguma forma do contexto de sua vida? Para quem ainda muito jovem, não teve o prazer de rir com um desses personagens, cabe entender quem foi Chico Anysio e aplicar muito dele em sua vida profissional, principalmente se sua área é a Logística: A área dos sucessos difíceis e do improviso.

Perseguidor dos seus sonhos, Chico foi o maior e melhor exemplo de profissional. Um chefe que o mercado precisa, aquele que não cresce sozinho. O verdadeiro papel de um chefe é levar os outros ao sucesso para alcançar o seu, e Chico desempenhou esse papel com maestria. Descobriu, empregou, fomentou e levou ao sucesso muitos e muitos profissionais de diversas áreas, inclusive da sua, sem tratá-los como oponentes. Ele entendia que o humor precisava crescer e ele não o faria só. Dessa forma, somam-se os mais de mil personagens que criou ou melhorou para aqueles que tiveram a oportunidade de trabalhar com ele.

O sucesso veio e sua generosidade aumentou. E aí vem uma ótima lição: Chico correu atrás dos seus sonhos, o sucesso financeiro foi consequência. Será que nós conseguimos hoje separar nossas realizações do sucesso financeiro? Essas partes estão tão agarradas que fica difícil separar e aí nos tornamos trabalhadores, chefes, empresários que se preocupam apenas com o peso em dinheiro de cada pessoa. Difícil entender que se meu funcionário, meu subordinado crescer estarei crescendo junto.

Chico entendia isso muito bem. Tive o prazer de conhecer pessoas que o conheciam. Eles são unânimes: Chico foi e é o profissional que todos deveriam ser, pelo menos um pouco.

Em tempos de menos recursos tecnológicos, suas dificuldades eram diminuídas porque seu foco estava nas pessoas. Sem ou com recursos, crianças ou adultas, letradas ou não, eram pessoas. Clientes do riso e da genialidade. Recebiam dele o melhor, com qualidade, com esmero, com seriedade e com todos os atributos de um grande profissional, quase extinto nos nossos mercados atuais.

Mas o que Chico tem a ver com a Logística? Você já teve que ser criativo como ninguém ou teve que improvisar diante de situações aparentemente incontornáveis? Já teve que ser um personagem para um cliente ou colega de trabalho tentando extrair resultados de ânimos e opiniões? Sentiu falta de um pouco de humor para aliviar os estresses diários? Entendeu que a Logística é uma área onde o seu sucesso depende do sucesso de muitos? Se a resposta for sim, então você já foi um pouco Chico.

Mestre na arte do improviso, ele realizava testes ao vivo, no ar, com aqueles a quem queria contratar. Para outros, dava um assunto e interagia improvisando, sem textos prévios, sem ensaios. Dispensava entrevistas porque conhecia e reconhecia talentos; conhecia muito bem a área das artes; conhecia muito bem onde atuava. Ator, humorista, diretor, escritor, pintor… O homem das mil faces, na verdade só tinha uma: Profissional. Competente, criativo e generoso. Pessoa. Exemplo. Chico Anysio.

Gostou dessa matéria? Doe qualquer valor e ajude a manter o Logística Descomplicada gratuito:

Foi Coordenador de Logística na Têxtil COTECE S.A.; Responsável pela Distribuição Logística Norte/Nordeste da Ipiranga Asfaltos; hoje é Consultor na CAP Logística em Asfaltos e Pavimentos (em SP) que, dentre outras atividades, faz pesquisa mercadológica e mapeamento de demanda no Nordeste para grande empresa do ramo; ministra palestras sobre Logística e Mercado de Trabalho.