Categorias
Leitura Recomendada

Estratégia competitiva

No momento em que tratamos sobre indicadores de desempenho e sobre como escolher os melhores indicadores de desempenho para cada empresa, voltamos a destacar a importância da estratégia adotada pela empresa.

Assim como os indicadores devem ser escolhidos individualmente, olhando com cautela para cada caso, as estratégias também são únicas. Cada empresa deve escolher a sua, com muito cuidado depois de analisar suas habilidades, suas fraquezas, o mercado consumidor e os concorrentes. Só depois de analisar com critério esses elementos poderá decidir como vai competir. Essa será a estratégia competitiva da organização.

No entanto, definir a melhor estratégia competitiva não é uma tarefa tão simples quanto parece. Os conceitos básicos de administração estratégica que as empresas devem adotar a fim de enfrentar o desafio diário de competir com outras companhias no ambiente acelerado e global em que vivemos atualmente são bastante intrincados e complexos. Por isso, recomendo hoje a leitura do livro Estratégia Competitiva, onde são examinados, além de tópicos tradicionais da administração estratégica, outros assuntos importantes a fim de auxiliar no preparo do leitor para uma carreira gerencial bem-sucedida

Categorias
Desempenho Logística

Como melhorar suas operações usando indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho, também chamados de KPIs (key performance indicators) são medidas de desempenho quantificáveis que ajudam as empresas a definir, avaliar, acompanhar e melhorar seu desempenho em áreas consideradas importantes para a organização.

Por refletirem aspectos estratégicos da empresa, devem ser cuidadosamente selecionados, para que os colaboradores possam olhar para o indicador, tentar melhorá-lo, e com isso, melhorar o desempenho geral da empresa. Assim, servem para direcionar os esforços da equipe para aquilo que a alta gerência considera importante.

Mas quais são os indicadores mais indicados para cada empresa? O segredo é customizar a seleção dos indicadores, para que eles reflitam uma situação que é única para cada empresa. Não se deve utilizar todos os indicadores disponíveis, isto seria uma enorme perda de tempo. Aqui, a regra do Pareto é válida: poucos são vitais, a maioria é trivial. Um departamento que tenha 5 bons KPIs está no caminho certo para direcionar seus esforços para a melhoria contínua naqueles itens escolhidos, que serão sua vantagem competitiva.

Categorias
Desempenho Logística

Indicadores de Desempenho Logístico (KPI)

Os indicadores de desempenho, também chamados de Indicadores Chave de Desempenho (ou Key Performance Indicator – KPI – em inglês) servem para avaliar e medir o nível de desempenho de processos chaves para a empresa.

São muito utilizados pela alta gerência para direcionar os esforços dos colaboradores e funcionários para a melhoria dos índices mais importantes.

Os indicadores de desempenho são únicos para cada empresa, pois devem refletir a estratégia da mesma. Assim, na área de logística, para algumas empresas um indicador importante será relacionado ao tempo, enquanto para outras será o custo ou a qualidade.

Além disso, os indicadores de desempenho devem ser usados não apenas para avaliar processos internos, mas também os processos externos, avaliando os parceiros da cadeia de suprimentos.

Categorias
Geral

Mudanças no site – visual e desempenho

Caros leitores, este post é apenas para informar que o site está passando por reformulações. Não estranhem alterações no visual e cores.

As mudanças visam principalmente agilizar o desempenho do mesmo, deixando-o mais rápido, mais leve e mais adaptado aos diferentes usuários (computadores, navegadores, velocidades de internet, etc).

Quem visitou o site durante o final de semana encontrou a aparência bastante modificada, o que ainda ocorrerá enquanto alguns ajustes são feitos.

Evidentemente todo o conteúdo foi preservado e as atualizações continuarão no mesmo ritmo. Aproveite esta visita e conheça todas as seções:

Categorias
Logística

Logística de classe mundial – parte 1

Esta matéria será dividida em duas partes:

Parte 1: Pesquisas preliminares para identificar fatores e características históricas que levaram ao desenvolvimento da logística de classe mundial.

Parte 2: Discussões sobre as qualidades de uma empresa com logística de classe mundial e conclusões.

Texto de autoria de Neimar Follmann e Douglas Hörner

Como forma de organizar cronologicamente os trabalhos serão apresentados com as suas respectivas datas de conclusão.

1989 – Liderança Logística: Posição competitiva de destaque para os anos 90.

O foco principal foi expandir o entendimento geral do que eram constituídas as melhores práticas dentro da emergente área da logística. Entendia-se que as melhores práticas logísticas poderiam ser generalizadas através das indústrias, tão bem quanto pelas empresas que compunham a cadeia de distribuição.

Categorias
Gestão Logística

Controle financeiro do desempenho logístico

Nos útlimos dias vimos duas matérias sobre conceitos e definições de logística e gestão da cadeia de suprimentos (este e este). Hoje veremos um pouco mais da partes de custos, com o controle financeiro do desempenho logístico.

Por: Ivan Henrique Vey

O processo de globalização levou ao acirramento da competição entre empresas, as quais procuram sobreviver e permanecerem ativas no mercado em que atuam. Para tanto fazem o uso de diversas estratégias buscando se diferenciarem das concorrentes. Mas para que isto seja possível é necessário que a toda a estrutura da organização opere de forma eficiente. Neste contexto o setor logístico das empresas carece de uma maior atenção.

Muito se tem falado em logística integrada, mas na realidade isto não vem acontecendo em muitas empresas. Os processos logísticos são tratados de forma separada e muitas vezes sem a devida atenção que merece. A logística não é representada apenas por transportes e armazenagem, como muitos pensam, seus processos são mais amplos e variados do que muitos imaginam.

A logística atualmente é responsável pela coordenação do fluxo de bens desde o ponto de origem até o ponto de consumo.  Desta forma, seus processos devem serem tratados de forma integrada, ou seja, logística integrada. Para Lambert et al. (1998, p.41) “significa o tratamento integrado das diversas atividades como um sistema integrado”.

Neste contexto, os custos logísticos requerem uma atenção especial visto que representam em média 25% do custo fabril de uma empresa. O problema reside na necessidade de estes dados de custos estarem disponíveis e serem precisos, o que muitas vezes não ocorre nas organizações.

Categorias
Desempenho Gestão Notícias

Brasil melhora em ranking de desempenho logístico

Brasil subiu 20 posições no ranking de desempenho logístico do Banco Mundial, mas ainda há muito o que melhorar.

Foi publicado o novo relatório do Banco Mundial contendo os índices de desempenho logísticos dos países. Em comparação com o relatório anterior, de 2007, nesta vez o Brasil teve um significativo salto de qualidade, ganhando 20 posições e sendo o líder da América Latina. Conheça detalhes nos próximos parágrafos.

O Brasil encontra-se em 41º no ranking composto por 155 países, liderados pela Alemanha. É importante destacar que neste relatório o Brasil subiu 20 posições, sendo agora o líder da América Latina, sendo seguido de perto por Argentina, Chile e México (48º, 49º e 50º, respectivamente). Na nota de zero a 5, o Brasil fica com 3,20, ou quase 30% pior que o líder, que obteve 4,11.

Categorias
Desempenho Gestão

Estratégias e Indicadores de Desempenho

Os indicadores de desemindicadores de desempenhopenho, também chamados de KPIs (key performance indicators) são medidas de desempenho, quantificáveis, que ajudam as empresas a definir, avaliar e melhorar sua performance em áreas consideradas importantes para a organização.

Como são medidas globais, que envolvem toda a empresa, devem refletir os direcionamentos estratégicos das mesmas. Chega-se num bom indicador ao responder à pergunta: “O que é realmente importante para a empresa?”. Sendo assim, cada empresa terá indicadores levemente diferentes, baseados na sua abordagem frente ao mercado. Por exemplo, um administrador de uma empresa de produtos de consumo em massa terá indicadores completamente diferentes do gestor de uma escola ou de um hospital. Por isso é difícil dar exemplo de um indicador que você poderá usar, mas ainda assim, discutirei mais sobre alguns indicadores específicos no final deste artigo.

Os indicadores de desempenho se aproximam de um benchmarking interno, pois visam melhorar continuamente alguns processos para obter vantagem competitiva. Como destacado acima, os indicadores devem refletir elementos globais, focados nos fatores críticos do sucesso. Com a abordagem de cadeias de suprimentos, os antigos sistemas de medição de desempenho ficaram rapidamente desatualizados, e mais do que nunca, os indicadores precisam refletir processos importantes, e não apenas números, melhorando a performance, incentivando e motivando os funcionários, e mais importante, através de toda a cadeia de valor, e não apenas num processo específico.