estatística

Estatística e Logística: qual a relação?

livro estatistica geral e aplicadaMuitas pessoas se perguntam se há muita matemática no dia-a-dia do profissional de logística. Outras se indagam se o curso de logística é difícil ou complicado por conta dos números.

Minha resposta é que são os números que fazem da logística uma área tão interessante, pois a gestão deixa de ser apenas qualitativa e opinativa, e passa a ser uma ciência (quase) exata. Lembre-se de várias matérias que já passaram aqui pelo Logística Descomplicada em que os números e fórmulas eram necessários: o Lote Econômico de Compras, os modelos de previsão, os gráficos de controle, dentre muitos outros.

Por isso, para um bom profissional de logística, é fundamental ter conhecimentos de matemática e de estatística. Por isso, hoje recomendo um livro de estatística aplicada, para ajudar os leitores a entenderem melhor esta área da logística.

O livro chama-se Estatística Geral e Aplicada e aborda o assunto desde início, sendo útil para aqueles que tem pouco (ou nenhum) conhecimento da área, mas chega a tópicos avançados que deixarão satisfeitos até os mais curiosos e amantes dos números. O livro é focado em aplicações do dia-a-dia dos recursos oferecidos pela estatística, e ao final de cada capítulo (são 15 no total) apresenta quase 200 exemplos e mais de 500 exercícios.

Leitura: Estatística para Administração

estatistica para administracaoJá tivemos na seção Leitura Recomendada outros livros de estatística, mas eles eram voltados à engenheiros e outras pessoas com bastante afinidade com números. Mas muitos cursos de administração, economia e logística também fazem uso de estatística, deixando um espaço entre aquilo que a teoria tem a oferecer e o conhecimento realmente adquirido pelos alunos.

Por isso, a indicação de hoje é um livro de estatística voltado à administração e economia, que poderá ser muito útil para estudantes de logística: Estatística Aplicada à Administração e Economia. Um dos pontos altos do livro são exemplos usando Microsoft Excel e Minitab (marcas registradas).

Trata-se da 2a edição da obra cujo objetivo é oferecer aos estudantes uma introdução conceitual à estatística e suas variadas aplicações. O texto foi orientado para as aplicações tendo em mente as necessidades dos estudantes que não têm conhecimento matemático profundo, tanto que o único pré- requisito necessário é saber álgebra. Valendo-se de uma quantidade variada de fontes, os autores extraíram dados de estudos reais para desenvolver as explanações e criar exercícios que demonstram os diversos usos da estatística na administração e na economia. O livro traz ainda apêndices com exemplos de aplicações estatísticas desenvolvidas a partir do uso dos programas Minitab e Microsoft Excel.

Garantia da qualidade através de gráficos de controle

controle da garantia da qualidadeA importância do controle estatístico de processos nas empresas, de qualquer porte, é de vital importância para que produtor e cliente ganhem confiança, um por melhorar seu nível de qualidade, outro por saber que comprará algo que atenda suas expectativas.

Melhores níveis de qualidade em processos produtivos e variabilidade menor norteiam o conceito por trás do Controle Estatístico de Processos, e a sustentação da qualidade produtiva está baseada no controle dos processos.

Os diversos gráficos de controle visam, cada um a sua forma, detectar mudanças na média e/ou variabilidade no processo analisado.

Metodologia prática para dimensionamento de estoques

Este curso apresenta um método moderno e prático desenvolvido pela IMAM Consultoria para determinação dos parâmetros de controle de materiais com o apoio do computador, Solucionando o dilema “Menor Capital de Giro investido em estoques” frente ao “Ágil atendimento das necessidades dos clientes”.

Entre os benefícios para os alunos espera-se que ele possa ser capaz de dispor de uma ferramenta muito objetiva, visual e prática (conforme apresentada no livro Dinâmica dos Estoques) para avaliar criteriosamente os níveis de estoques em relação aos níveis adequados, estabelecendo uma política de materiais clara e sensata. Venha conhecer inúmeros projetos desenvolvidos junto com nossos clientes e trocar experiências, possibilitando reduzir seus estoques de forma objetiva e segura.

Entre os temas abordados neste curso incluem-se:

Controle Estatístico de Qualidade

A sugestão de leitura de hoje é sobre controle de qualidade. Mais um livro escrito no Brasil, mas com qualidade internacional. Na obra Controle Estatístico…

Estatística Aplicada à Engenharia

Recebi alguns contatos de pessoas interessadas em métodos quantitativos de análise, então a dica de hoje é um livro de estatística aplicada: Estatística Aplicada à…

Leitura recomendada

Começando nesta segunda-feira, 16 de novembro, e durante 3 semanas, indicarei diariamente  um livro relacionado à este blog. Confira! Todos os livros indicados são aqueles…

Utilizando modelos de previsão de demanda

artigo publicado na IX Semana de Engenharia de Produção Sul-Americana (SEPROSUL), no Uruguai, em novembro de 2009:

Modelos de previsão de demanda para erva mate: um estudo de caso

Autores: Éprevisão de demandadio Polacinski, Leandro Callegari Coelho, Rodrigo Gabriel de Miranda, Alice França de Abreu.

Em face de economia atual, ser caracterizada pela alta competitividade, todas as organizações se vêem cada vez mais pressionadas a desenvolver estratégias para responder as exigências do mercado. Neste sentido, o presente artigo através de uma pesquisa de natureza quantitativa, classificada também como descritiva, bem como exploratória, e que utilizou para o desenvolvimento de seu processo a técnica do estudo de caso, coletou as informações necessárias para desenvolver um modelo de previsão para vendas de erva mate, para uma Micro e Pequena Empresa (MPE), que adota como estratégia para responder as exigências do mercado, as técnicas de previsão de demanda. O estudo apresenta as possibilidades oferecidas pelos diferentes modelos de previsão, permitindo estimar o comportamento da demanda de erva mate para o mercado de atuação da MPE, onde foram analisadas tendências, ciclos e sazonalidade dos dados coletados, no período de 1999 a 2008. Das técnicas de previsão utilizadas, definiu-se o modelo de suavização exponencial como mais apropriado para definir a demanda de erva mate para 2009. Com o modelo proposto, conforme a direção da MPE, destaca-se que até o mês de junho, deste ano, as previsões teriam sido bastante acuradas, confirmando a expectativa do bom desempenho do modelo.

Logística Descomplicada

Aqui você encontrará informações sobre tudo o que envolve a área logística: transportes, estoques, previsão, qualidade, redes de empresas, dentre muitos outros temas. Faça uma…
Pages
  • 1
  • 2