fluxo

Curso: Administração em compras

Curso: Administração em compras

DESCRIÇÃO Este seminário permitirá que o profissional de compras tenha uma visão de todo o fluxo administrativo, suas interfaces e a importância pela "transparência" administrativa.…
Curso: Administração em compras

Curso: Administração em compras

DESCRIÇÃO Este seminário permitirá que o profissional de compras tenha uma visão de todo o fluxo administrativo, suas interfaces e a importância pela "transparência" administrativa.…
Curso: Administração em compras

Curso: Administração em compras

DESCRIÇÃO Este seminário permitirá que o profissional de compras tenha uma visão de todo o fluxo administrativo, suas interfaces e a importância pela "transparência" administrativa.…
Curso: Administração em compras

Curso: Administração em compras

DESCRIÇÃO Este seminário permitirá que o profissional de compras tenha uma visão de todo o fluxo administrativo, suas interfaces e a importância pela "transparência" administrativa.…
Curso: Administração em compras

Curso: Administração em compras

DESCRIÇÃO Este seminário permitirá que o profissional de compras tenha uma visão de todo o fluxo administrativo, suas interfaces e a importância pela "transparência" administrativa.…

Entendendo o que são cadeias produtivas

cadeia produtiva em logísticaFalamos sempre em cadeia de suprimentos, cadeia de valor, cadeias produtivas, mas poucas vezes nos damos o trabalho de parar e pensar o que estas diferentes cadeias significam na prática. Hoje vamos desmistificar as cadeias produtivas, como elas se relacionam e o que elas têm a ver conosco, consumidores dos produtos finais.

Vamos imaginar um produto que todos vocês que estão lendo este texto estão usando: um computador. Ele é um exemplo típico de interligação de diferentes cadeias, países e segmentos. Provavelmente a tecnologia e os chips que seu computador possui foram desenvolvidos por anos de pesquisa no Vale do Silício, EUA; mas seu chip não foi produzido lá, essa produção foi terceirizada pra alguma fábrica na China. Muitas outras peças foram também produzidas em outras partes da China ou na Índia, Taiwan ou outro produtor asiático.

Entendendo os diferentes fluxos logísticos

A logística é normalmente associada ao transporte: movimentação de materiais, rodovias, navios, etc. Não podemos dizer que esta associação é injusta, pois o transporte é uma das principais atividades da logística, a que custa mais caro, e a que o cliente mais precisa – afinal, ele precisa dos produtos no lugar onde vai comprá-lo!

Mas não só de transportes de produtos é feita a logística, e existem outros fluxos a serem considerados. Vamos discutir alguns deles nos parágrafos seguintes.Primeiramente, vamos continuar na área de transportes, mas não o transporte direto dos produtos, no sentido dos fornecedores para os clientes, mas o transporte reverso. Trata-se da principal função da logística reversa, que trás os produtos usados do consumidor final para as fábricas novamente. É um fluxo que ganha cada vez mais importância em função das pressões sociais e políticas para que as empresas sejam mais corretas ambiental e socialmente.

A história das coisas

Este vídeo merece ser visto com muita atenção. Apresenta diversos exemplos de fluxos logísticos: fluxos de materiais, fluxos financeiros, de informação… apresenta de maneira muito simples o que temos feito com o meio ambiente e com a sociedade de forma geral.

Mas o vídeo também possui um viés muito forte, e é preciso prestar atenção para não se deixar levar por argumentos fracos e frágeis, sem embasamento.

Sou muito cético quanto à algumas conclusões do filme, mas gosto muito de diversas explicações, e espero que vocês, amantes da logística, também possam aproveitar algumas partes.

Chama-se “A história das coisas”, e mostra como da extração e produção até a venda, consumo e descarte, todos os produtos em nossa vida afetam comunidades em diversos países, a maior parte delas longe de nossos olhos.

Lembrando que o filme é longo (20 min) e que por isso ele está divido em 3 partes. Confira abaixo:

Para ver as outras 2 partes do vídeo, clique abaixo e veja a matéria completa. Lembre-se de deixar sua opinião para os demais leitores do site.