indicadores

Agenda de cursos: junho/2010

Logo cebralogConheça abaixo a agenda de cursos de logística do CEBRALOG. Maiores informações podem ser obtidas no site da empresa ou no email/telefone cadastrados abaixo. Estes cursos são oferecidos nas cidades de São Paulo ou Campinas (confira com o CEBRALOG onde será oferecido o curso de seu interesse).

Confira na próxima segunda-feira a agenda para o mês de julho.

Não deixe de conferir os demais cursos cadastrados aqui no Logística Descomplicada.

Agenda de junho:

Agenda de cursos: maio/2010

Logo cebralogConheça abaixo a agenda de cursos de logística do CEBRALOG. Maiores informações podem ser obtidas no site da empresa ou no email/telefone cadastrados abaixo. Estes cursos são oferecidos nas cidades de São Paulo ou Campinas (confira com o CEBRALOG onde será oferecido o curso de seu interesse).

Confira na próxima segunda-feira a agenda para o mês de junho.

Não deixe de conferir os demais cursos cadastrados aqui no Logística Descomplicada.

Agenda de maio:

Agenda de cursos: abril/2010

Logo cebralogConheça abaixo a agenda de cursos de logística do CEBRALOG. Maiores informações podem ser obtidas no site da empresa ou no email/telefone cadastrados abaixo. Estes cursos são oferecidos nas cidades de São Paulo ou Campinas (confira com o CEBRALOG onde será oferecido o curso de seu interesse).

Confira na próxima segunda-feira a agenda para o mês de maio.

Não deixe de conferir os demais cursos cadastrados aqui no Logística Descomplicada.

Agenda de abril:

Gerenciamento de estoques voltado para itens MRO

MRO indica uma categoria de materiais utilizados em atividades de manutenção, reparos e todos os insumos para produção (operações). A proposta deste “workshop” consiste em trocar experiências a partir dos conceitos e ferramentas específicas dos materiais MRO, cuja natureza da demanda, bem como as características físicas são totalmente diferentes das matérias-primas e produtos acabados.

Ultimamente este nicho específico de materiais vem obtendo cada vez mais importância na gestão de materiais. Porém, possuem características totalmente diferentes das matérias-primas e produtos acabados, tais como: grande diversidade (SKU’s), grande número de fornecedores, demanda esporádica ou ocasional, grande dificuldade de cadastramento e requerem condições específicas de armazenagem.

Este curso abordará os seguintes temas:

Gerenciamento de compras e suprimentos

Este curso de gerenciamento de compras e suprimentos, com duração de 2 dias (16h de aulas), visa a atualização do profissional de compras, provendo idéias, subsídios e métodos para que realize o diagnóstico e implemente diversas melhorias na gestão de compras. Melhor atendimento aos usuários, através da agilização dos processos de aquisição, gerenciamento da qualidade e pontualidade, bem como do incremento da disponibilidade dos estoques (nível de serviço). – Redução de custos dos processos e do capital imobilizado em estoques.

Agendado para 2010, através deste curso espera-se desenvolver com o participante um modelo que lhe possibilite avaliar seu sistema administrativo de suprimentos, visando capacitá-lo para diagnosticar e gerenciar todo o processo de tomada de decisão no seu dia-a-dia. Além das competências técnicas, também serão abordadas as atitudes e habilidades que o profissional requer para responder com agilidade e eficácia às expectativas de seus usuários.

Dentre os temas abordados neste treinamento estão incluídos:

Curso de Especialização em Logística

As dicas de cursos para 2010 começam desde já!

Conheça um pouco mais sobre o curso de pós-graduação em nível de especilização em logística oferecido pelo IMAM. Trata-se de um curso de 400h, com duração de 18 meses, incluindo visitas à empresas.

Dentre os assuntos abordados neste curso estão:

– Fundamentos da Logística
– Gerenciamento de Compras e Suprimentos
– Gestão das Relações Humanas
– Gestão de Estoques
– Logística de Produção

Estratégias e Indicadores de Desempenho

Os indicadores de desemindicadores de desempenhopenho, também chamados de KPIs (key performance indicators) são medidas de desempenho, quantificáveis, que ajudam as empresas a definir, avaliar e melhorar sua performance em áreas consideradas importantes para a organização.

Como são medidas globais, que envolvem toda a empresa, devem refletir os direcionamentos estratégicos das mesmas. Chega-se num bom indicador ao responder à pergunta: “O que é realmente importante para a empresa?”. Sendo assim, cada empresa terá indicadores levemente diferentes, baseados na sua abordagem frente ao mercado. Por exemplo, um administrador de uma empresa de produtos de consumo em massa terá indicadores completamente diferentes do gestor de uma escola ou de um hospital. Por isso é difícil dar exemplo de um indicador que você poderá usar, mas ainda assim, discutirei mais sobre alguns indicadores específicos no final deste artigo.

Os indicadores de desempenho se aproximam de um benchmarking interno, pois visam melhorar continuamente alguns processos para obter vantagem competitiva. Como destacado acima, os indicadores devem refletir elementos globais, focados nos fatores críticos do sucesso. Com a abordagem de cadeias de suprimentos, os antigos sistemas de medição de desempenho ficaram rapidamente desatualizados, e mais do que nunca, os indicadores precisam refletir processos importantes, e não apenas números, melhorando a performance, incentivando e motivando os funcionários, e mais importante, através de toda a cadeia de valor, e não apenas num processo específico.

Pages
  • 1
  • 2