operações

Curso de MPR – Master Planning of Resources

Objetivo : Abordar os ciclos do planejamento estratégico e seus conceitos, desde o gerenciamento da demanda e suas previsões, o planejamento dos volumes de produção (SROP), do mix de produtos (MPS) e sua distribuição (DRP), e a validação destes planos contra a capacidade instalada nos vários ambientes industriais.

Benefício : Mostrar a importância do planejamento ao longo e médio prazo e sua formalização, para o sucesso da empresa.

Público – alvo : Profissionais da área de logística, comercial, industrial e consultores que suportam a implantação de sistemas ao processos nesta área.

Curso de gestão estratégica dos recursos (SMR – Strategic Management of Resources)

Objetivo : Explorar o relacionamento dos sistemas e tecnologias existentes e emergentes com a estratégia de manufatura, discutindo o alinhamento dos recursos com o plano estratégico, a configuração e a integração dos processos operacionais ao plano, o gerenciamento de projetos e o gerenciamento de mudanças.

Benefício : Permitir uma visão clara das decisões que afetam a estrutura e a infra-estrutura na configuração dos processos operacionais, do desenvolvimento de produtos e do atendimento da demanda, de como aumentar o potencial competitivo de uma empresa.

Público – alvo : Profissionais das áreas de logística, comercial, industrial e consultores de sistemas e processos.

Tópicos abordados : Alinhando Recursos com Planos Estratégicos ; Escolhas que Afetam a Estrutura das Operações ; Escolhas que Afetam a Infra-Estrutura das Operações ; Configurando e Integrando os Processos das Operações ; “Supply Chain Management” ; Configurando e Integrando Desenhos e Processos de Gestão de Desenvolvimentos e Custos ; Gerenciamento de Projetos ; Gerenciamento das Medições ; Gerenciamento das Mudanças.

Curso de execução e controle de operações (ECO – Execution and Control of Operations)

Objetivo : Explorar o processo de programação da produção em ambientes tradicionais e JIT, as maneiras de melhorar a qualidade e os processos, e a avaliação da performance da qualidade e dos processos da empresa.

Benefício : Análise das diversas formas de programas, executar e avaliar os processos produtivos para permitir a escolha mais eficiente.

Público – alvo : Profissionais da área de logística, comercial e industrial.

Tópicos abordados : Visão Geral do Planejamento, da Execução e do Controle ; Programação da Produção e das Operações do Processo ; Autorizando, Executando e Reportando Atividades pelos “Push Systems” ; Autorizando, Executando e Reportando Atividades pelos “Pull Systems” ; Comunicando Informações de Clientes/Fornecedores e Controlando os Recursos ; Iniciativas de Qualidade e de Melhorias Contínuas – Conceitos Básicos ; Iniciativas de Qualidade e de Melhorias Contínuas – Execução ; Processos de Gerenciamento da Qualidade ; Avaliando a Performance das Operações da Produção.

Como melhorar suas operações usando indicadores de desempenho?

Como melhorar suas operações usando indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho, também chamados de KPIs (key performance indicators) são medidas de desempenho quantificáveis que ajudam as empresas a definir, avaliar, acompanhar e melhorar seu desempenho em áreas consideradas importantes para a organização.

Por refletirem aspectos estratégicos da empresa, devem ser cuidadosamente selecionados, para que os colaboradores possam olhar para o indicador, tentar melhorá-lo, e com isso, melhorar o desempenho geral da empresa. Assim, servem para direcionar os esforços da equipe para aquilo que a alta gerência considera importante.

Mas quais são os indicadores mais indicados para cada empresa? O segredo é customizar a seleção dos indicadores, para que eles reflitam uma situação que é única para cada empresa. Não se deve utilizar todos os indicadores disponíveis, isto seria uma enorme perda de tempo. Aqui, a regra do Pareto é válida: poucos são vitais, a maioria é trivial. Um departamento que tenha 5 bons KPIs está no caminho certo para direcionar seus esforços para a melhoria contínua naqueles itens escolhidos, que serão sua vantagem competitiva.

Vacinas: produzindo mais, começando antes

produção de vacinasA temporada anual de gripe oferece algumas lições interessantes e várias observações para quem tem os olhos da gestão de operações. Dois grandes laboratórios se uniram para reduzir o lead time de produção das vacinas para a gripe, fato que ocorre todo ano no inverno do Hemisfério Norte. O Wall Street Journal (WSJ 8/out/2010) publicou que a Novartis se uniu ao Synthetic Genomics com o intuito de reduzir o tempo dedicado à pesquisa e produção das vacinas da gripe sazonal.

O processo tradicional leva em torno de 6 meses desde o momento em que a Organização Mundial de Saúde identifica o vírus mais ativo para o próximo inverno e o momento em que a vacina está disponível no mercado. Analistas afirmaram que a união das duas empresas pode reduzir drasticamente este tempo.

A ideia por trás da nova tecnologia é fazer um tipo de pré-processamento.

Gestão da produção e operações

Em mais um livro destinado ao gerenciamento da producão e operações, recomendo hoje a leitura de Gestão da produção e operações. Este livro combina teoria…

Livro: Administração da Produção e Operações

livro administracao da producao e operacoesA indicação de leitura de hoje é um livro muito completo para quem quer aprender mais sobre a administração da produção. Quem leu a Série Administrando a Produção que foi ao ar aqui no logística Descomplicada percebeu que a tarefa de integrar diferentes métodos e ferramentas pode ser uma tarefa dura na prática.

O livro Administração da Produção e Operações (Submarino ou Saraiva)consegue abordar diversos assuntos de maneira clara, conexa e pedagógica. Abordando desde o processo de tomada de decisões, passando pelas definições do sistema de produção e pela operação e controle do mesmo, este livro trata de previsão de demanda, controle de qualidade, pesquisa operacional, controle de estoques, processos enxutos (lean), dentre outros.Esta nova edição ressalta os aspectos mais essenciais da administração da produção e operações e contempla temas hoje indispensáveis, apresentados em três novos capítulos em relação à primeira edição: Gestão da cadeia de suprimentos, Filosofia de Controle Just in Time  e Gerência da Qualidade Total. Além disso traz exercícios resolvidos e questões para discussão.

Cursos de Logística – Brasília

O SENAC Brasília/DF oferece curso de pós-graduação em logística: Gestão Logística do Varejo às Operações Globais.

Para maiores informações visite o site do SENAC DF e aproveite que as vagas estão abertas até 17 de abril.

Objetivo Geral: Proporcionar aos profissionais, oriundos de diversas áreas de formação, habilidades para a gestão eficiente das atividades logística de suas organizações, tanto no varejo, no segmento industrial, no segmento público bem como nas operações globais.

RFID e o futuro dos negócios

Complementando a matéria sobre RFID e os impactos na logística (Radio-Frequency Identification ou Identificação por Rádio Frequência), confira este vídeo que mostra como esta tecnologia…
Pages