produtividade

Gestão do tempo

Gestão do tempo

Com frequência, as correntes que nos aprisionam são mais mentais do que físicas. Isso significa que tudo que vem acontecendo em nossas vidas não vai…
O administrador malabarista

O administrador malabarista

Vai longe o tempo em que o estudante que tirava o primeiro lugar na escola ganhava um “santinho”. Época em que o conselho era para…

Visões para a logística brasileira para 2011

futuro da logística para 2011Neste mesmo período em 2009, escrevi sobre o que esperava para a logística em 2010. Naquele texto foquei minhas perspectivas para o médio prazo, em questões que insisto que ainda são tendências e/ou já são parte da nossa realidade: a primeira era sobre consciência ecológica e ambiental; a segunda sobre a maior atenção à logística urbana, no desafio de se viver nas grandes cidades;  e finalmente a terceira abordava os resultados dos investimentos recentes. Se você não leu, veja: Tendências da Logística e Supply Chain para 2010.

O primeiro ponto, a consciência, aborda o respeito ao meio ambiente e principalmente à logística reversa; o segundo, a logística urbana, refere-se a todo tipo de solução encontrada para diminuir trânsito, facilitar transportes públicos e regular o fluxo de produtos/mercadorias para dentro de conglomerados urbanos.

É o terceiro ponto que precisa de mais atenção. Apesar de os investimentos estarem sendo feitos (talvez nem tanto quanto gostaríamos), eles existem. A minha visão de logística para 2011 não é uma perspectiva diferente ou uma nova tendência, mas uma necessidade: melhorar a eficiência e a produtividade de nossos sistemas.

Baixa produtividade limita crescimento

A estagnação da produtividade explica por que a América Latina ficou atrasada em relação ao Leste Asiático e às nações desenvolvidas, constata um novo estudo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

“O tema central atualmente é como recuperar o crescimento”, afirmou Santiago Levy, vice-presidente do BID. Para isso, explicou Levy, é necessário aumentar a produtividade, que aumentou menos que a de países ricos como os Estados Unidos nas últimas quatro décadas.

O relatório do organismo menciona que o Chile foi o único país da região que conseguiu lucros na produtividade superiores aos dos Estados Unidos entre 1960 e 2005. Ao contrário, o Brasil perdeu 2,5% de produtividade frente aos Estados Unidos no período mencionado, o Uruguai perdeu 14% e a Bolívia e a Colômbia perderam 17%.

Curso: P.P.C.P.: Planejamento; Programação e Controle da Produção

Confira novos cursos da área de logística, que começam em fevereiro de 2010.

Estes cursos são opferecidos pela Elimar Consultoria e incluem almoço, coffee breack, material didático, certificado e um livro. Todos são realizados em São Paulo e podem ser realizados in-company. Maiores informações no site da empresa.

P.P.C.P.: Planejamento; Programação e Controle da Produção

Na empresa moderna a multiplicidade de suas atividades faz salientar a necessidade de um organismo de interação e controle entre seus inúmeros departamentos.
O PCP – tem essencialmente essa finalidade – através de um conjunto de funções interrelacionadas comanda o processo produtivo, harmonizando-o e coordenando-o com os demais setores administrativos da empresa.
O objetivo deste curso é apresentar de forma clara e sucinta as mais modernas técnicas do PCP, fornecendo subsídios que, não somente auxiliem os participantes na formulação de idéias, mas também na escolha das melhores soluções, de acordo com suas necessidades específicas

PROGRAMA

Pages
  • 1
  • 2