relações internacionais

Relações econômicas internacionais e o comércio exterior

Relações econômicas internacionais e o comércio exterior

Se não houverem negócios e mercadorias a serem transportadas, a logística perde boa parte de suas funções. Por isso, é importante para o profissional de logística conhecer e entender as relações econômicas, sociais e políticas para facilitar o comércio exterior.

O livro Gestão das Relações Econômicas Internacionais e Comércio Exterior apreseta com linguagem clara e objetiva uma análise aplicada sobre relações econômicas internacionais em sua total dimensão, sem esquecer das tendências que tornam o exterior fonte de renda e de expansão transnacional.

O livro é dividido em dez capítulos e tem o objetivo de apresentar aos leitores os temas em seqüência lógica. Veja alguns exemplos de assuntos discutidos e explicados no livro:

Visões para o Comércio Exterior em 2011

Visões para o Comércio Exterior em 2011


Previsoes para o comex em 2011Como último post do ano, escreverei sobre as minhas expectativas e visões para o comércio exterior em 2011. E tentar fazer previsões em economia é algo tão complicado quanto acertar os números da mega-sena da virada. Mas deixarei aqui o que penso para o próximo ano, já que muita coisa foi prometida pelo Governo Federal e quase nada foi cumprido.

A palavra chave da atualidade econômica é a competitividade (ou a falta dela) da indústria brasileira. E três pontos, que considero relevantes, precisarão ser o centro dos debates no próximo ano: A melhoria em infraestrutura portuária, a redução da burocracia estatal no dia-a-dia do comércio exterior, e a efetiva desoneração da produção, que somados criarão um verdadeiro ambiente produtivo de negócios, sinérgico, visando o incremento das vendas externas.

O Brasil vive um momento muito especial, com crescimento duradouro, e o ajuste e dever de casa, que começou no meio dos anos 90, começou a surtir efeito nos últimos 10 anos.

Mas apesar dos ótimos números, a classe empresarial brasileira ainda sofre dos mesmos problemas de duas décadas atrás.