Teoria das Restrições

Teoria das Restrições na prática

Teoria das Restrições na prática

A TOC (Theory of Constraints - Teoria das restrições) foi criada na década de 1970 por um físico israelense chamado Eli Goldratt para solucionar alguns…
Integrando a logística industrial com base na TOC

Integrando a logística industrial com base na TOC

 

logística e a teoria das restriçõesA logística, para ser logística, deve ter suas atividades – transporte, armazenagem e gestão de estoques – nas etapas de abastecimento, interna e de distribuição, integradas. É somente com a integração das atividades que a logística desempenhará seu papel de forma completa.

Fazer com que isto aconteça, no entanto, nem sempre é fácil. É comum vermos comercial, PCP e expedição com algum nível de integração, mas é menos comum vermos comercial, compras e estoques de matérias-primas, por exemplo, nesta mesma condição. Normalmente, há uma barreira invisível nas empresas, porque os setores e as pessoas são avaliados de forma individual. Então, ao tentar melhorar a integração, passa-se a ter certa dificuldade de fazer com que todos trabalhem em função de uma causa maior, o lucro da empresa, que é decorrente, principalmente, de um ótimo atendimento aos clientes.

Implantação da Teoria das Restrições

Implantação da Teoria das Restrições

artigo publicado no XV Simpósio de Engenharia de Produção (SIMPEP) em Bauru, SP, 2008:

Proposta para um conjunto de etapas para implantação do método Tambor-Pulmão-Corda – TPCTeoria das restricões

Autores: Janaina Basilia, Luiz Guilherme von Atzingen, Neimar Follmann, Carlos Taboada.

A busca constante das empresas pelo aumento da lucratividade e da competitividade leva à necessidade da utilização cada vez mais eficaz dos seus recursos. Uma forma de satisfazer a essa necessidade é a alteração no modo como as tarefas são alocadas nos recursos produtivos, o que pode ser obtido utilizando-se o método de programação da produção proposto pela Teoria das Restrições: o Tambor-Pulmão-Corda (TPC), aliado às técnicas de Gerenciamento de Pulmões. O TPC tem a função de programar a produção em função da restrição do sistema, e o Gerenciamento de Pulmões permite o controle do que foi planejado pelo TPC. Neste artigo, o TPC e o Gerenciamento de Pulmões são apresentados, através de revisão bibliográfica de livros e artigos sobre o tema. Em seguida, propõe-se um roteiro para implementação dessas ferramentas. Posteriormente, são apresentadas as conclusões do estudo. A principal contribuição deste trabalho é a desmistificação do Tambor-Pulmão-Corda e do Gerenciamento de Pulmões, através da apresentação de uma proposta prática e detalhada de implementação, na forma de um roteiro em sete etapas.

Teoria das Restrições – como investir em logística

artigo publicado no Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia 2008, Resende/RJ

A Teoria das Restrições como método para análise e decisão de investimentos em logística

Autores: Leandro Callegari Coelho, Neimar Follmann, Carlos Taboada, Camila Zago, Cíntia Callegari Coelho

Em muitas situações, buscando aumento de lucro ou da participação no mercado, as empresas fazem investimentos  em  diferentes  áreas  sem  a  correta  análise  da  viabilidade  e  do  resultado  que  o investimento deverá  trazer. Neste artigo aborda-se a situação da  logística, que nas últimas décadas passou de um centro de custos para uma área estratégica, capaz de agregar valor ao produto e/ou serviço.  Isto, porém, vem sendo  feito de  tal maneira que muitas organizações destinam  recursos, às vezes, exagerados e desnecessários. Com base na visão sistêmica de que a organização como um todo deve ser o motor gerador de  lucro e que os diferentes setores são  interligados e  interdependentes, e utilizando conceitos da Teoria das Restrições para avaliar qual dos elos do sistema está limitando o poder de ganho,  tem-se o objetivo de demonstrar uma  forma de análise que  justifique a decisão de fazer investimentos na área de logística.