vendas

Vender preço é suicídio

Vender preço é suicídio

Não existe uma fórmula consagrada para o sucesso, mas com toda certeza, existem comportamentos que têm o poder de levar ao fracasso, tais como: querer…
Comércio eletrônico em alta

Comércio eletrônico em alta

Comércio eletrônico deve faturar R$ 18,7 bilhões em 2011 O comércio eletrônico deve faturar este ano R$ 18,7 bilhões, ante os R$ 14,8 bilhões registrados…

Curso de MPR – Master Planning of Resources

Objetivo : Abordar os ciclos do planejamento estratégico e seus conceitos, desde o gerenciamento da demanda e suas previsões, o planejamento dos volumes de produção (SROP), do mix de produtos (MPS) e sua distribuição (DRP), e a validação destes planos contra a capacidade instalada nos vários ambientes industriais.

Benefício : Mostrar a importância do planejamento ao longo e médio prazo e sua formalização, para o sucesso da empresa.

Público – alvo : Profissionais da área de logística, comercial, industrial e consultores que suportam a implantação de sistemas ao processos nesta área.

Indicadores de desempenho para o planejamento e controle de estoques

Indicadores de desempenho para o planejamento e controle de estoques

Nas matérias sobre os indicadores de desempenho, você já viu exemplos de métricas para avaliar os transportes e também a logística interna (movimentação e armazenagem). E o objeto do transporte e da armazenagem? Estamos falando dos produtos que estarão disponíveis para venda.

Manter os estoques no nível adequado não é uma tarefa fácil. Requer coordenação entre compras, vendas, previsão e planejamento da demanda. Estoques muito alto garantem o atendimento da demanda mas incorrem em custos elevados. Estoques baixos garantem baixos custos de manutenção mas corre-se o risco de perder vendas, que representam um custo intangível muito elevado.

Vejamos alguns indicadores de performances para gestão de estoques:

Os 10 mandamentos de um vendedor bem sucedido

vendas - negócio fechado!O assunto de hoje é relacionado ao setor de vendas: afinal, é através de uma operação de venda que se inicia o fluxo logístico, com deslocamento de produtos para um lado e de dinheiro para o outro (e de informações para os 2 lados).

Já falei em outra matéria aqui do site que o número de estudos e cursos nesta área é enorme, na busca por fechar a melhor compra, ganhando alguns centavos e aumentando a competitividade. Já vi negociações durarem horas por conta de um centavo, pois o produto seria transportado aos milhares da China para o Brasil. Assim, se em cada produto o comprador economizasse US$ 0,01 isto se converteria em US$ 1.000 num único lote de 100 mil peças. O esforço valia a pena e o comprador sabia disso (essa única negociação pagaria o seu salário!). Obviamente, o negócio devia ser bom para ambas as partes, o vendedor precisa saber até onde pode negociar o preço e a hora de parar.

Trabalhar como vendedor não é uma atividade tranquila. Estes profissionais têm de cumprir metas, conhecer os produtos e serviços, atender e principalmente conquistar os clientes. Mas por que alguns vendedores são bem-sucedidos e outros não são? A palavra chave é o conhecimento: um vendedor bem-sucedido busca ter conhecimento e informações além do que é exigido pela profissão.

Por isso, conheça abaixo os 10 mandamentos de um bom vendedor (e a lista se aplica à diversas outras profissões):

Pages
  • 1
  • 2